Militares amparam famílias com doação de mais de 6 toneladas de alimentos

Militares amparam famílias com doação de mais de 6 toneladas de alimentos

As Forças Armadas empregam, diariamente, esforços no combate à Covid-19. Marinha, Exército e Força Aérea Brasileira estão unidos nessa missão. Ao todo, 10 Comandos Conjuntos, espalhados pelo Brasil, estão atuando prontamente. Até o momento, o efetivo envolvido é de 29 mil militares, utilizando-se de 1022 viaturas, 102 embarcações e 27 aeronaves.

Dando continuidade às ações, o Comando Conjunto do Leste, por meio da 4ª Brigada de Infantaria Leve de Montanha, arrecadou mais de cinco toneladas de alimentos não perecíveis, além de material de limpeza e higiene pessoal para amparar famílias de diversas regiões de Minas Gerais e do Rio de Janeiro. Já os militares da Capitania dos Portos de Sergipe (CPSE) e do 28º Batalhão de Caçadores do Exército entregaram mais de uma tonelada de alimentos aos moradores dos povoados ribeirinhos da Ilha Mem De Sá, Caibros e a uma vila de pescadores carentes, localizados nas margens do Rio Vaza-Barris, em Sergipe.

Em Farroupilha (RS), o 6º Batalhão de Comunicações realizou entrega de 200 refeições à população, tudo confeccionado em cozinha militar de campanha. O Comando Conjunto do Sudeste, por meio dos militares do 2º Grupo de Artilharia Antiaérea, realizou o transporte de 1.200 kits de alimentação da cidade de São Paulo (SP) para a Unidade da Fundação Nacional do Índio (FUNAI), no município de Itanhaém (SP).

O Comando Conjunto Rio Grande do Norte e Paraíba realizou a doação de kits de alimentação para famílias beneficiadas do Programa Forças no Esporte (PROFESP), no núcleo da Estação Radiogoniométrica da Marinha em Natal (ERMN). No Rio Grande do Norte, 1.350 kits foram entregues para as famílias que participam do Programa.

Solidariedade

A Banda de Música do Comando de Fronteira Juruá/61º Batalhão de Infantaria de Selva realizou uma tocata motorizada para crianças da Fundação Betel e para profissionais de saúde do Hospital Regional do Juruá, em Cruzeiro do Sul (AC). O objetivo da ação foi proporcionar momentos de alegria e esperança para o público infantil carente e valorizar os profissionais que atuam na linha de frente no combate à Covid-19.

O Comando Conjunto do Sudeste, por meio do 2º Grupo de Artilharia de Campanha Leve – Regimento Deodoro – realizou o empréstimo de beliches ao Hospital São Camilo, com o objetivo de mobiliar um hospital de campanha que irá apoiar as ações no combate à Covid-19.

No Estado de São Paulo, o Exército realizou campanha de conscientização da população sobre os cuidados com o coronavírus, no município de Pindamonhangaba. Ainda em São Paulo, voluntárias de Piracicaba confeccionaram cerca de 200 máscaras de proteção para os atiradores e integrantes do Tiro de Guerra de Piracicaba, num esforço conjunto com a comunidade para prevenir o contágio e disseminação do vírus.

Já em Itaituba (PA), o 53° BIS promoveu, na comunidade do Vale do Piracanã, palestra para os moradores do bairro, com o objetivo de informar e conscientizar a população dos riscos da contaminação e das formas de prevenção.

Ainda nessa ideia de conscientização, a Rádio Marinha de Natal (RN) realizou uma campanha para a sociedade e o público interno sobre as formas de prevenir-se contra a Covid-19.

Doação de sangue

Com o objetivo de manter o estoque de sangue nos hospitais, os militares do 2° Grupo de Artilharia de Campanha Leve, de Itu (SP), doaram sangue ao Hemonúcleo de Sorocaba. Em Minas Gerais, na cidade de Araguari, o 2º Batalhão Ferroviário – Batalhão Mauá, realizou uma campanha de doação de sangue voluntária, a fim de abastecer os estoques do Hemocentro da cidade.

Em Manaus (AM), a doação de sangue foi realizada por militares da Companhia de Comando Militar da Amazônia do EB à Fundação Hospitalar de Hematologia e Hemoterapia do Amazonas. Já os militares do Comando Conjunto do Rio Grande do Norte e da Paraíba doaram sangue em Natal (RN).

Repatriação

Um grupo de 440 brasileiros que estava na Bolívia regressou ao Brasil, em virtude da pandemia da Covid-19. O Comando Conjunto Oeste apoiou os órgãos governamentais de saúde, segurança pública e fiscalização no processo de repatriação.

Instrução

O Comando Conjunto do Sudeste, por meio do 6° Batalhão de Infantaria Leve – Regimento Ipiranga (Força Dutra), ministrou instruções de Defesa Biológica, Nuclear, Química e Radiológica para 42 militares dos 4º e 5º Batalhões de Infantaria Leve e da 5ª Bateria de Artilharia Antiaérea Leve no interior do Forte Ipiranga, em Caçapava (SP). A atividade permitiu aos militares da Brigada Aeromóvel adquirirem e consolidarem conhecimentos básicos a serem aplicados na desinfecção de áreas contaminadas pelo novo coronavírus.

O Comando Conjunto Bahia realizou capacitação para que agentes de segurança penitenciária possam fazer a desinfecção de instalações dos complexos prisionais da Bahia.

Em Brasília, militares das três Forças Armadas, que compõem o Comando Conjunto Planalto, realizaram um dia de treinamento e higienização das Unidades Básicas de Saúde 1, 2 e 3 do Itapoã (DF). Na linha de frente dessa etapa, estão os militares da MB que integram a equipe de Defesa Biológica, Nuclear, Química e Radiológica.

Desinfecção

Militares das Forças Armadas vêm atuando no combate ao novo coronavírus.  Com apoio da prefeitura do Rio de Janeiro, foram realizadas ação de desinfecção em ruas das zonas Sul e Oeste, áreas com maior índice de contaminação. O Comando Conjunto Leste, por meio da MB, realizou a desinfecção do espaço público da Rodoviária do Rio. A ação foi desempenhada pelos militares do Corpo de Fuzileiros Navais. Antes da desinfecção, foi feito um reconhecimento no local a fim de avaliar as áreas de maior foco para a ação dos militares que são treinados em procedimentos de Defesa Biológica, Nuclear, Química e Radiológica.

Uma equipe de descontaminação da Operação Acolhida realizou a limpeza de um antigo shopping, em Roraima, que estava ocupado por 194 venezuelanos. Logo após a desinfecção, o local foi entregue para o Governo Estadual, que tomou posse do local. Todos os venezuelanos deixaram a área de maneira voluntária e tiveram como destinos os abrigos da Operação Acolhida, onde recebem toda a assistência dos militares.

Em Porto Alegre (RS) o Comando Conjunto Sul realizou a desinfecção do Hospital de Pronto Socorro de Porto Alegre (HPS), principal serviço de emergência do Rio Grande do Sul, e o Comando Conjunto Rio Grande do Norte e Paraíba desinfectou o Centro de Recebimento e Triagem da Secretaria de Administração Penitenciária do Rio Grande do Norte.

A 17ª Brigada de Infantaria de Selva realizou a desinfecção da Central de Flagrantes da Secretaria de Segurança e Cidadania de Rondônia e o 51º Batalhão de Infantaria de Selva realizou a higienização das dependências da 22ª Seccional Urbana, em Altamira (PA). As  atividades têm o objetivo de minimizar as possibilidades de contaminação pela Covid-19.

Fonte: Portal de Imprensa do Ministério da Defesa

Print Friendly, PDF & Email