Esportes

Um olhar sobre Igor Fraga

Compartilhar

Igor Fraga criou muita agitação entre os entusiastas do automobilismo quando se tornou o primeiro piloto de Esports a competir no Road to F1, assinando com o Charouz Racing System na FIA Fórmula 3 para 2020.

Mas quem é o brasileiro? Conversamos com o próprio para ter uma ideia do piloto novato e o que você pode esperar dele durante a temporada.

Nome: Igor Fraga

Data de nascimento: 26/09/1998

Estilo de corrida:

“Geralmente, meu estilo de corrida é muito suave, mas sou muito apaixonado pelo que faço e não desisto”.

Primeira memória de corrida:

“Quando comecei a andar de kart, eu tinha apenas três anos e, para ser sincero, não tenho muita memória disso, mas desde que me lembro, sempre adorei carros e ando dirigindo desde corridas de karts”.

Herói de corrida:

“Meu herói de corrida é Ayrton Senna. Desde pequeno, meus avós costumavam me enviar documentários dele, e a maneira como ele pilotava com aquele capacete amarelo brilhante com tanta paixão e determinação se destacou muito para mim”.

Faixa favorita no calendário F3:

“Eu diria Bahrain, ou Silverstone. Eu nunca estive nessas duas pistas antes, mas eu as aprecio muito ao dirigir nos simuladores. As seções rápidas e fluidas de ambas as faixas são realmente incríveis!”

Maior conquista de corrida:

“Eu tenho três, então vou colocá-los em ordem cronológica …

“A primeira é o Campeonato Asiático de Karting, que venci em 2008. Todas as cinco pistas eram novas para mim e o desafio de lutar em cima de cada uma delas era realmente grande.

“O segundo foi o Campeonato FIA Gran Turismo em 2018, que eu ganhei. Eu estava fazendo tanto esforço nas corridas virtuais naquela época porque acreditava que poderia ser uma grande oportunidade para mim e aconteceu. Ainda é louco pensar nisso.

“A última é a corrida que venci na Áustria na Fórmula Regional. Estávamos tendo um ano difícil até então e melhoramos bastante o carro para essa rodada. Tive um problema com o pneu na Corrida 2 daquele fim de semana e isso complicou as coisas para a Corrida 3.

“Meu ritmo não estava bom, mas lutei até o final e pude marcar minha primeira vitória na categoria. Foi muito emocionante para mim.

Fonte: Fórmula 3
Print Friendly, PDF & Email

Compartilhar

Wesley Lima

Colunista associado para o Brasil em Duna Press Jornal e Magazine, reportando os assuntos e informações sobre atualidades culturais, sócio-políticas e econômicas da região.
Botão Voltar ao topo