Governo Federal confirma a entrega de mais 272 respiradores mecânicos até o final de abril

Governo Federal confirma a entrega de mais 272 respiradores mecânicos até o final de abril

Governo Federal entregará, até o final de abril, mais 272 respiradores produzidos no Brasil. Os contratos assinados no último dia garantem uma solução nacional para ajudar a atender as necessidades do Sistema Único de Saúde (SUS). Ao longo de três meses, mais de 15 instituições vão abastecer o sistema público de saúde, com 14.100 respiradores.

Os respiradores são de extrema importância no combate à Covid-19, doença causada pelo novo coronavírus. O equipamento ajuda pacientes, que, em casos graves, apresentam dificuldades respiratórias. Atualmente, o Brasil conta com 65.411 respiradores/ventiladores, sendo que 46.663 estão disponíveis no SUS. Os novos aparelhos servirão para o atendimento estratégico ao longo da dinâmica da doença no País, em especial nos serviços de maior sobrecarga.

Parceria entre ministérios

Uma parceria entre o Ministério da Saúde e o Ministério da Economia realizou um mapeamento do parque industrial, identificando as capacidades de cada setor. 

“O Ministério da Saúde está focado em aumentar a eficiência e a capacidade de entregar as soluções que foram planejadas nas últimas semanas”, explica o ministro Nelson Teich. Segundo ele, o Governo Federal abriu diversas iniciativas, da compra de equipamentos e testes a elaboração de diretrizes, dentro de um cenário de crise e escassez de insumos mundiais. O objetivo, portanto, é garantir a efetivação das ações iniciadas e garantir que materiais e produtos cheguem a quem precisa. “Uma interação com os outros ministérios é importante nesse processo de aumentar a capacidade das entregas para tratar da crise do coronavírus. Isso é parte dessa estratégia”.

O projeto ainda envolve o Ministério das Relações Exteriores, para priorização de recebimento de peças, o Ministério da Justiça, para escoltas e segurança da distribuição de equipamentos e insumos, e o Ministério da Defesa, que fornece armazéns nas capitais para estoque de materiais e a logística de distribuição para o País, por meio da FAB (Força Aérea Brasileira), quando necessário.

Fonte gov.br

Print Friendly, PDF & Email