Com a presença do Presidente da República, Jair Bolsonaro, Ministério da Defesa promoveu nesta sexta-feira (08) cerimônia reservada para a imposição da Medalha da Vitória. O Ministro da Defesa, Fernando Azevedo, recebeu ainda o Vice-Presidente da República, Hamilton Mourão, os Ministros da Casa Civil, Walter Braga Netto, da Secretaria de Governo, Luiz Eduardo Ramos, e o chefe do Gabinete de Segurança Institucional, Augusto Heleno. A solenidade ocorreu de acordo com as orientações de distanciamento social por conta da pandemia do novo coronavírus.

“É costume que nós convidemos sempre um Pracinha para estar presente aqui apesar da idade, temos alguns vivos, todos beirando os 100 anos, para que nós homenageemos o Pracinha, que é a razão de ser do dia 8 de maio, mas tendo em vista a idade avançada e o novo Coronavírus, tivemos o cuidado de não convidá-los”, disse o Ministro da Defesa, que ainda leu a Ordem do Dia. A mensagem foi assinada por ele e os Comandantes de Marinha do Brasil, Exército Brasileiro e Força Aérea Brasileira, também presentes na solenidade.

“Hoje, celebramos, honramos e agradecemos aqueles que contribuíram para o triunfo da democracia. Lembramos dos que se foram e daqueles que aqui estão, brasileiros e brasileiras, que deixaram suas famílias, amigos e partiram para a guerra, e devido à árdua missão a cumprir, muitos dos nossos bravos deixaram de regressar aos seus lares. Em 8 de maio de 1945, acabava a Segunda Guerra Mundial na Europa, a paz e a liberdade eram restabelecidas. O Brasil foi parte desse esforço. Nossas Forças Armadas estiveram presentes nas águas do Atlântico, nos campos de batalha e nos céus da Europa, lutando pela justiça, pela liberdade e por um mundo melhor”, afirmou.

A concessão da honraria ocorre no Dia da Vitória, data em que é celebrada o 75º aniversário do término da Segunda Guerra Mundial. A honraria é entregue a militares das Forças Armadas, civis, policiais e bombeiros militares, organizações militares e instituições civis nacionais que tenham colaborado para a difusão das realizações dos ex-combatentes, participado de conflitos internacionais na defesa dos interesses do Brasil, integrado missões de paz, prestado serviços relevantes ou apoiado o Ministério da Defesa no cumprimento de suas missões constitucionais.

Na cerimônia desta sexta-feira, na sede da Defesa, receberam a Medalha da Vitória o General de Divisão Rolemberg Ferreira da Cunha, o Major-Brigadeiro do Ar Vincent Dang, o General de Brigada José Eduardo Leal de Oliveira, o Contra-Almirante Alexandre Chaves de Jesus, o Coronel Nestor Norberto Gasperi, o Coronel Agnaldo Catharino dos Anjos Filho, o Tenente-Coronel Roberto Mahmud Drumond Rhaddour, Subtenente Julian Nogueira de Castro, Subtenente Reinaldo Ribas Pimentel e o Sargento Pedro Bruno Figueredo de Melo.

Por Tenente Felipe Bueno

Assessoria de Comunicação Social (Ascom)
Ministério da Defesa

Print Friendly, PDF & Email

Facebook Comments