Em ações distintas, o setor de Defesa vem desempenhando papel importante no combate à COVID-19. Coordenadas pelo Ministério da Defesa (MD), por meio da Secretaria de Produtos de Defesa (SEPROD), as missões, que tiveram início no final de março, já apresentam resultados robustos. Em uma delas, o cadastramento de fornecedores e produtos para o combate à doença, conta com 662 itens, ofertados por 331 companhias. A lista está disponível para as secretarias municipais e estaduais de saúde, Ministério da Saúde e Forças Armadas.

Em outra missão, que também envolve a Confederação Nacional da Indústria (CNI) e suas diversas Federações, Ministérios da Economia e Saúde, Forças Armadas e empresas do setor automotivo, foram recuperados mais de 600 respiradores. Esses equipamentos foram devolvidos para instituições de saúde de 19 estados.

As ações são resultados de grande mobilização do setor, que é estratégico para qualquer sociedade. Esta relevância é descrita no artigo de Matheus Souza, coordenador e professor do Bacharelado em Relações Internacionais da Faculdade Jorge Amado (Unijorge) de Salvador (BA). No texto, publicado na edição da sexta-feira (8/5) do jornal “A Tarde” da Bahia, o professor descreve as ações promovidas pela Federação da Indústria daquele Estado neste período em que a Base Industrial de Defesa (BID) se uniu ao setor de saúde, no combate à doença.

No artigo, o professor destaca ações promovidas, como a recuperação e distribuição de respiradores e Equipamentos de Proteção Individuais (EPIs) para unidades de saúde e entidades públicas de diferentes segmentos. Ele também menciona a participação dos militares das Forças Armadas e o envolvimento do Condefesa (Conselho de Defesa) da Federação das Indústrias do Estado da Bahia (FIEB). Por fim, conclui que, além do combate ao vírus, a missão tem contribuído para aumentar a autonomia da indústria em setores críticos, potencializado a logística e mobilização nacionais, reduzindo a vulnerabilidade externa.

Por André Pinto

Assessoria de Comunicação Social (Ascom)
Ministério da Defesa

Print Friendly, PDF & Email

Facebook Comments