Desde o início da parada das aulas em todo território nacional, o MEC investiu cerca de 721 milhões de reais, por meio do FNDE (Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação), para manter as estruturas escolares, como também comprar álcool em gel, sabonete, toalhas de papel, produtos de higiene e limpeza.

“A educação básica deve receber atenção redobrada, especialmente em um momento de pandemia. Logo no começo do combate à disseminação do coronavírus, adiantamos parcelas do programa. Esse dinheiro ajudará as escolas a se adaptarem às condições de higiene necessárias”, observou a presidente do FNDE, Karine Santos.

O governo federal vem trabalhando para diminuir o impacto de falta de recursos em meio a crise econômica vivenciada por todos os Estados. O dinheiro destinado, 721 milhões, foram destinados diretamente às escolas, sem qualquer intermediação ou tendo que passar pela mão e burocracia dos Estados da federação. Tudo para que o retorno às aulas pelos estudantes se dê de forma segura, responsável, com prevenção e materiais básicos para a saúde.

Fonte: Portal MEC / Imagem em destaque: fgm-go

Assine o Press clicando no banner acima e contribua para o intercâmbio Brasil-Noruega, bem como notícias de fontes primárias e confiáveis, como também artigos científicos de todas as áreas. Muito conhecimento para sua VIDA! Apenas US1,00 mensal, ou US 10,00 anual (com todos os benefícios nesta opção). Aproveita e experimente por 7 dias gratuitos.

Print Friendly, PDF & Email

Facebook Comments