PF investiga crimes contra agências dos Correios no interior pernambucano

PF investiga crimes contra agências dos Correios no interior pernambucano

Recife/PE – A Policia Federal, nos últimos 15 dias, deu cumprimento a três mandados de prisão preventiva em desfavor de dois assaltantes dos Correios de Chã Grande/PE e um dos Correios de Bom Jardim/PE.

O assalto aos Correios da Agência Chã Grande/PE aconteceu no dia 4 de setembro de 2019. Os dois envolvidos, agindo com outros comparsas, subtraíram, mediante emprego de arma de fogo contra as vítimas, o valor de cerca de R$ 44 mil, além de 13 celulares dos clientes e funcionários. Após abertura de inquérito policial, depoimento das testemunhas e perícia no local de crime, chegou-se à identidade dos dois, sendo um de 30 anos, natural de Caruaru/PE e o outro de 37 anos, também natural de Caruaru/PE. Os mandados de prisão foram cumpridos na Penitenciária Juiz Plácido de Souza em Caruaru/PE em virtude de ambos terem sidos presos em outras ações policiais por terem participado também do assalto da agência dos Correios em Riacho das Almas/PE, no dia 11/7/2019. Os dois vão responder pelo crime previsto no artigo 157, § 2º, incisos I e II, do Código Penal (roubo mediante grave ameaça e violência com concurso de duas ou mais pessoas). Caso sejam condenados poderão pegar penas que variam de 4 a 12 anos de reclusão.

O assalto à Agência dos Correios de Bom Jardim/PE aconteceu no dia 1º/8/2019 e teve a participação direta de pelo menos cinco assaltantes utilizando arma de fogo. Os suspeitos não tiveram acesso ao dinheiro do cofre, mas levaram os valores que estavam na gaveta de atendimento e alguns pertences dos clientes que estavam sendo atendidos. Dos cinco envolvidos, apenas um estava faltando ser preso. Natural de Paulista/PE e de 26 anos, ele foi detido por policiais miliares do 17º Batalhão quando estava circulando pela cidade de Paulista. O suspeito vai responder pelo crime previsto no artigo 157, § 2º, incisos I e II, do Código Penal (roubo mediante grave ameaça e violência com concurso de duas ou mais pessoas). Caso seja condenado poderá pegar penas que variam de 4 a 12 anos de reclusão.

Com a prisão desses três suspeitos, a polícia Federal dá por concluída a investigação dos assaltos ocorridos nessas duas agências dos Correios porque todos os outros envolvidos já foram identificados e presos.

Comunicação Social da Polícia Federal em Pernambuco

Print Friendly, PDF & Email