A Declaração de Independência do Estado de Israel foi assinada às 16 horas do dia 14 de maio de 1948, em Tel Aviv, algumas horas antes do término do mandato britânico sobre a Palestina.

Nesta data, após algumas discussões, o Conselho Nacional, criado para examinar as necessidades políticas da comunidade judaica na Palestina votou aceitando o texto final da Declaração de Independência. Naquela tarde, às 16 horas, David Ben-Gurion, presidente do Conselho Nacional, leu a Declaração de Independência no Museu de Tel Aviv. Naquela manhã, sem saber ao certo quando iria eclodir uma guerra com os Estados árabes, Ben-Gurion pediu ao seu secretário que levasse a Declaração a um banco local para ser guardada num cofre.

Diz o documento:

“Assim sendo, nós, os membros do Conselho Nacional, representando o povo judeu na Palestina e o movimento sionista mundial, estamos reunidos nesta assembleia solene hoje, no dia que termina o Mandato Britânico da Palestina; e em virtude do direito natural e histórico do povo judeu e da Resolução da Assembleia Geral das Nações Unidas, pela presente proclamamos o estabelecimento do Estado Judeu na Palestina, a ser chamado Israel”.

Em 15 de maio de 1948, um dia após a declaração de independência do Estado de Israel, os exércitos de Egito, Síria, Transjordânia (atual Jordânia), Iraque e Líbano, com apoio de unidades militares de países como Arábia Saudita e Sudão, invadiram o novo país. O conflito terminaria com a assinatura de vários acordos de armistício; o primeiro com o Egito, em fevereiro de 1949; o último, com a Síria, em julho do mesmo ano.

“A existência de Israel é a concretização de um sonho desejado pelos judeus de todo o mundo por séculos. Contra prognósticos difíceis, tentativas de boicote e atentados terroristas, Israel transformou-se em um grande país pujante. Que possa seguir se desenvolvendo e alcançar a paz em definitivo” disse o presidente da Conib, Fernando Lottenberg.

Fonte conib.org.br

Ajude-nos a levar o jornalismo independente a todas as partes!

Graças ao apoio de leitores como você, é possível realizar um excelente trabalho jornalístico de pesquisa e investigação, oferecendo um serviço sério de alta qualidade com imprensa livre e jornalismo independente.

Em uma época em que notícias falsas e distorcidas estão em todas partes, seu apoio é vital para o bom desenvolvimento da informação.

Entre no link abaixo e nos ajude a continuar o nosso trabalho com informações gerais que podem ser lidos por toda a família em uma abordagem que prima pela ética e pelo respeito ao leitor.

ASSINE O PRESS PERIÓDICO

Print Friendly, PDF & Email

Facebook Comments

Website Comments