O Centro de Instrução e Adaptação da Aeronáutica (CIAAR) realizou, nesta sexta-feira (15/05), em Lagoa Santa (MG), a formatura da Turma Sirius, composta por 110 novos Oficiais da Força Aérea Brasileira (FAB). Foram promovidos ao posto de Primeiro-Tenente os concludentes dos Cursos de Adaptação de Médicos, Dentistas e Farmacêuticos da Aeronáutica e dos Estágios de Adaptação de Oficiais Engenheiros da Aeronáutica e de Apoio. A turma é formada por 51 médicos, 12 dentistas, cinco farmacêuticos, 22 engenheiros e 20 Oficiais de Apoio.

A solenidade foi presidida pelo Comandante da Aeronáutica, Tenente-Brigadeiro do Ar Antonio Carlos Moretti Bermudez, acompanhado do Comandante do CIAAR, Brigadeiro do Ar Max Cintra Moreira. Estiveram presentes, também, o Chefe do Estado-Maior da Aeronáutica (EMAER), Tenente-Brigadeiro do Ar Carlos Augusto Amaral Oliveira; o Comandante-Geral do Pessoal da Aeronáutica, Tenente-Brigadeiro do Ar Luis Roberto do Carmo Lourenço; e o Diretor de Ensino da Aeronáutica, Major-Brigadeiro do Ar Marcos Vinicius Rezende Mrad, além de outras autoridades da  Guarnição de Aeronáutica de Belo Horizonte (GUARNAE BH).

Foram 17 semanas de treinamento militar intensivo. O primeiro colocado da Turma Sirius, Tenente Administração Leandro Vicente de Oliveira Costa, ingressou na Força Aérea como recruta em meados de 2007. Posteriormente, seguiu carreira de Soldado até Segundo Sargento. “Aprendi muito nesse estágio. Sem dúvida foi um grande desafio para mim e para minha família. Receber essa espada, e ter a honra de ostentá-la, é um sonho inenarrável para qualquer um”, disse.

Pelo desempenho durante o curso, o novo Oficial foi agraciado com o Prêmio “Honra ao Mérito do Ministério da Defesa”, entregue pelo Comandante-Geral do Pessoal da Aeronáutica, Tenente-Brigadeiro do Ar Luis Roberto do Carmo Lourenço, e com o Prêmio “Força Aérea Brasileira”, entregue pelo Diretor de Ensino da Aeronáutica, Major-Brigadeiro do Ar Marcos Vinicius Rezende Mrad. “Quando vejo os novos Oficiais, tenho a certeza que a Força Aérea está sendo reforçada em suas fileiras, com excelentes profissionais”, comenta o Diretor de Ensino da Aeronáutica, Major-Brigadeiro Mrad. 

O Comandante do CIAAR, Brigadeiro Max, destacou que o dia é extremamente importante para os formandos e para a Força Aérea Brasileira. “O CIAAR forma Oficiais que serão destinados às mais variadas Organizações Militares do Brasil. É uma nova etapa na vida deles. Tenho certeza de que as 17 semanas foram de muita labuta e estão prontos para cumprir a missão”, garante. 

O Comandante da Aeronáutica, Tenente-Brigadeiro Bermudez, entregou a espada, símbolo do oficialato, ao Tenente Vicente e realizou a imposição da “Medalha Eduardo Gomes Aplicação e Estudo”, destinada a incentivar a aplicação nos estudos e na instrução de Oficiais e Praças do Comando da Aeronáutica que venham a se distinguirem nas atividades escolares. “Prezados formandos da Turma Sirius, ao deixarem esta escola, reflitam sobre as inerentes responsabilidades do oficialato e o compromisso ora assumido com a Força Aérea perante a Bandeira Nacional”, discursou. 

Os novos Oficiais, com as espadas abatidas, entoaram o compromisso à Bandeira do Brasil e, por fim, desfilaram ao som da canção Bandeirantes do Ar.

Além dos cuidados praticados pelos militares presentes na cerimônia devido à pandemia da COVID-19, outra medida de prevenção foi adotada: a cerimônia foi transmitida ao vivo, por meio de um aplicativo de videoconferência, para os familiares dos formandos.

Fonte: Portal de Imprensa da Força Aérea Brasileira

Print Friendly, PDF & Email

Facebook Comments