As áreas de fronteiras do País recebem apoio das Forças Armadas nas ações de enfrentamento ao novo coronavírus. Em Corumbá, no Mato Grosso do Sul, na divisa do Brasil com a Bolívia, 52 militares da Marinha e do Exército desinfectaram as áreas internas e externas do Ginásio Esportivo do município. O local servirá como centro de atendimento da Caixa Econômica Federal, devido à cidade contar com apenas uma agência da instituição financeira que faz o pagamento do benefício emergencial.

No Rio Grande do Sul, em São Luiz Gonzaga, o 4º Regimento de Cavalaria Blindado e a 32ª Coordenadoria Regional de Educação distribuíram 400 kits de alimentação para famílias de alunos das escolas da rede estadual. Já em Santa Maria, militares do Centro de Adestramento Sul beneficiaram o Hemocentro Regional de Santa Maria com campanha de doação de sangue, coordenada pelo Comando Conjunto Sul.

O 2º Regimento de Cavalaria Mecanizado, de São Borja, entregou kits de alimentação para as famílias de crianças atendidas pelo Programa Forças no Esporte (PROFESP). Já no limite territorial entre Brasil e Colômbia, famílias da comunidade de Querari, localizada no município de São Gabriel da Cachoeira , no Amazonas, receberam cestas básicas do 2º Pelotão Especial de Fronteira. Militares do 2º Batalhão Logístico de Selva conscientizaram a população quanto às medidas de enfrentamento à Covid-19. E no Arquipélago de Fernando de Noronha 50 kits de alimentação foram entregues para famílias das crianças do PROFESP do Cindacta III

Em União da Vitória, no Paraná, ação conjunta entre o 5º Batalhão de Engenharia de Combate Blindado, a Polícia Rodoviária Federal e a 6º Regional de Saúde do Estado, vacinou caminhoneiros contra gripe e sarampo, na BR-153.

A Capitania Fluvial de Santarém realiza ações de conscientização e prevenção à Covid-19 orientando tripulantes e passageiros, distribuindo folders educativos e divulgando recomendações da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (ANVISA) quanto à lotação das embarcações e ao distanciamento dos passageiros.

O Comando Conjunto Leste, por meio da Marinha, encerrou, nesta sexta-feira (15), o apoio à última etapa da campanha de vacinação contra a gripe influenza (H1N1) no posto do Detran da Barra da Tijuca, na capital carioca. Ao todo, 28.294 pessoas foram vacinadas em sistema de drive-thru. A ação atendeu solicitação da Prefeitura Municipal do Rio de Janeiro para desafogar o sistema de saúde e garantir a imunização do maior número de pessoas possível.

O Comando Conjunto Planalto descontaminou a Estação Central do Metrô e da Rodoviária do Plano Piloto em Brasília, locais de grande circulação de passageiros. O trabalho foi feito fora do horário de funcionamento do metrô e da rodoviária, sem a concentração de pessoas no local, facilitando a condução da atividade e a aplicação dos produtos químicos de forma segura.

O Centro de Instrução Almirante Milcíades Portela Alves, em Campo Grande, no Rio de Janeiro, entregou cestas de alimentos para famílias dos alunos do Curso de Formação de Soldados Fuzileiros Navais.

Uma equipe do Parque Regional de Manutenção 10, especializada em Defesa Biológica, Química, Radiológica e Nuclear, descontaminou o Centro de Hematologia e Hemoterapia do Ceará (HEMOCE), em Fortaleza. Todas as áreas internas do HEMOCE, entre elas as de recepção e atendimento, banheiros, salas de espera e ambulatórios foram higienizados com solução de hipoclorito de sódio.

Em Pirassununga, município paulista, o 13º Regimento de Cavalaria Mecanizado iniciou a confecção de máscaras artesanais de proteção. Também em São Paulo, o Hospital de Campanha de Guarujá, montado no hangar da Base Aérea de Santos, começou a receber pacientes infectados pelo novo coronavírus. Esse é o único hospital civil montado em base militar no Brasil.

Assessoria de Comunicação Social (Ascom)
Ministério da Defesa

Print Friendly, PDF & Email

Facebook Comments