News

Itália e Vaticano reabrem todas suas igrejas

Compartilhar

A Itália e o Vaticano reabrem suas igrejas. A partir desta segunda-feira, as missas com a presença dos fiéis são novamente celebradas na Basílica de São Pedro e em todo o país transalpino, sempre sob estritas medidas preventivas para evitar possíveis contágios. A distância entre os participantes e o uso de uma máscara será obrigatória.

Em São Pedro, no Vaticano, o Papa Francisco celebrou uma Eucaristia com a participação de cerca de trinta pessoas e comemorou o centésimo aniversário do nascimento de João Paulo II. A basílica está fechada ao público desde 10 de março, 69 dias no total.

Johns Hopkins University – Italia – 18.5.20

Cada região decide

Mas não apenas as igrejas. Restaurantes, bares, lojas e cabeleireiros receberam na segunda-feira a aprovação para reabrir, sempre em conformidade com as regras estabelecidas em cada região, que é a que decide em última instância.

O movimento dentro da região já é permitido, possibilitando a mudança para uma segunda residência. O não cumprimento das regras pode acarretar multas de 400 a 3.000 euros para pessoas e até 30 dias de fechamento para empresas.

Este 18 de maio também retoma o treinamento para a Série A do futebol italiano, cujo início ainda não foi definido. A partir da próxima semana, também serão reabertos centros esportivos, piscinas e academias, e a partir de 3 de junho o movimento entre as regiões será finalmente permitido e as fronteiras também serão abertas.

Depois de mais de dois meses de confinamento duro, 225.000 casos de coronavírus e 32.000 mortes, a Itália está vendo a luz mais perto no fim do túnel.

Imagem de destaque: reprodução Press Periódico

Print Friendly, PDF & Email

Compartilhar

Paulo Fernando De Barros

Colunista e editor para a Noruega em Duna Press Jornal e Magazine, reportando os assuntos e informações sobre atualidades culturais, sócio-políticas e econômicas da região.
Botão Voltar ao topo
Translate »