Rio de Janeiro/RJ – Nesta segunda-feira (1/6), policiais federais prenderam em flagrante um homem, de 23 anos, no momento em que tentava sacar benefícios do auxílio emergencial do Governo em nome de outras pessoas. O flagrante ocorreu na agência da CEF – Caixa Econômica Federal – localizada no Jardim Sulacap, bairro da Zona Oeste do município do Rio de Janeiro.

Com o preso, os policiais apreenderam uma lista com nomes e dados de pessoas que seriam vítimas da fraude. A dinâmica do saque consistia na utilização do aplicativo da CEF com geração de senhas via QR Code.

O homem informou aos policiais que obteve os dados de qualificação das vítimas por ocasião de seu trabalho em uma ONG – Organização Não Governamental – que prestava serviço para a Secretaria de Assistência Social e Direitos Humanos no PAM de Irajá/RJ, onde tinha acesso ao sistema do CRAS (Conselho Regional de Assistência Social).

Policiais Federais, com o apoio do Núcleo de Inteligência da CEF, monitoram ação de fraudadores desde o pagamento da 1ª parcela do auxílio.

O preso foi conduzido à Superintendência Regional da Polícia Federal no Rio onde foi lavrado o auto de prisão em flagrante por tentativa de estelionato, com sua pena aumentada, conforme previsto no parágrafo 3º do artigo 171 do Código Penal. A pena para o crime pode chegar a 5 anos de reclusão.

Comunicação Social da Polícia Federal no Rio de Janeiro

Print Friendly, PDF & Email

Facebook Comments

Comments are closed.