Esportes

Dixon lidera os primeiros treinos da Indy no Texas

Scott Dixon, tricampeão da NTT INDYCAR SERIES, liderou a primeira prática da temporada 2020, fazendo uma volta superior a 215.995 mph hoje durante os preparativos para o Genesys 300 no Texas Motor Speedway.

A velocidade máxima de Dixon veio na penúltima de suas 60 voltas no No. 9 PNC Bank Chip Ganassi Racing Honda na oval de 2,4 km, que foi queimado pelo céu ensolarado e pela temperatura do ar.

CLIQUE AQUI: Resultados do treino 1

Os pilotos da Honda conquistaram cinco dos seis primeiros lugares no gráfico de velocidade. Colton Herta ficou em segundo lugar no geral, com 214.491 na Capstone Turbine nº 88 da Honda, enquanto Pato O’Ward ficou em terceiro com 214.326 no nº 5 Arrow McLaren SP Chevrolet.

Zach Veach ficou em quarto lugar com 214,298 na Gainbridge Honda nº 26, enquanto Marco Andretti terminou em quinto lugar com 214,264 na Honda Concrete/Curb nº 98 nos EUA.

O atual campeão da série e o vencedor da corrida do Texas em 2019, Josef Newgarden, ficou em sétimo no geral, com 213,308, no número 1 da XPEL Team Penske Chevrolet.

Todos os 24 pilotos em campo deram voltas durante o treino. Houve três incidentes separados durante o treino de uma hora e 50 minutos, que começou com uma sessão curta apenas para novatos.

O campeão da NTT INDYCAR SERIES de 2012, Ryan Hunter-Reay, perdeu uma parte da sessão de treinos depois que sua DHL Honda No. 28 ficou acima do ritmo ao sair da curva 2 e atingiu a barreira. Hunter-Reay não se machucou e foi liberado para dirigir após um exame no centro médico interno, e seu carro sofreu apenas alguns danos.

Foi uma prática difícil para a Ed Carpenter Racing, com incidentes separados para o proprietário/piloto da equipe Ed Carpenter e o novato Rinus VeeKay.

O número 20 de Ed Carpenter Chevrolet girou saindo da curva 4 e atravessando a grama do campo, mal escovando a barreira SAFER do lado de fora do primeiro galpão da frente, quase uma hora depois da sessão de treinos. Ele não se machucou e foi liberado para dirigir, e seu carro sofreu apenas alguns danos.

O treino para estreantes foi interrompido alguns minutos após a queda do VeeKay entre as voltas 3 e 4 no Sonax Chevrolet nº 21. Os pneus do lado esquerdo do VeeKay afundaram abaixo da linha branca no interior da superfície de corrida, fazendo com que o carro desse meia volta e atingisse a barreira SAFER com o lado esquerdo e traseiro. VeeKay não se machucou e foi liberado para dirigir. Seu carro sofreu danos moderados, com a equipe da ECR trabalhando vigorosamente para repará-lo na qualificação no final da tarde.

“Foi um erro de novato, ir muito baixo”, disse VeeKay. Definitivamente vou aprender com isso. Se você cometer um erro, está feito.

Fonte: NTT IndyCar

Quando começamos o Press Periódico para tentar trazer a verdade para o resto do mundo, sabíamos que seria um grande desafio. Mas fomos recompensados pela incrível quantidade de suporte e feedback dos leitores que nos fizeram crescer e melhorar.
Faça parte da missão de espalhar a verdade! Ajude-nos a combater as tentativas de silenciar nossas vozes e torne-se um assinante.

Print Friendly, PDF & Email

Wesley Lima

Colunista associado para o Brasil em Duna Press Jornal e Magazine, reportando os assuntos e informações sobre atualidades culturais, sócio-políticas e econômicas da região.
Botão Voltar ao topo