News

São Paulo: Seminário online debate gestão de parques e parcerias no cenário pós-pandemia

Encontro virtual realizado na última quinta-feira (18) também analisou desenvolvimento de ações voltadas ao ecoturismo.

O Instituto Semeia promoveu, na última quinta-feira (18), um webinar para discutir como o combate à pandemia do novo coronavírus no país impacta os investidores e a sociedade sobre o presente e o futuro da visitação, além da gestão dos parques.

Os especialistas debateram os efeitos do cenário de COVID-19 no desenvolvimento de projetos de parcerias em parques, como estão caminhando os estudos em desenvolvimento e quais as ações voltadas para o ecoturismo, com a mediação do apresentador do encontro virtual e diretor-presidente do Instituto, Fernando Pieroni.

Para o subsecretário de Meio Ambiente da Secretaria de Infraestrutura e Meio Ambiente (SIMA), Eduardo Trani, pela longa experiência da pasta, que administra atualmente 102 Unidades de Conservação (UCs) no estado, essas áreas devem ficar cada vez mais próxima da população.

“É um motivo de orgulho que 22% do território paulista seja de conservação. Estamos trabalhando para que cada vez mais a população se aproprie desse patrimônio, aliando a preservação e conservação com uso público, educação ambiental, pesquisa científica e desenvolvimento sustentável local”, disse o gestor.

“Em respeito às comunidades locais e tradicionais, além da precaução com a fauna, fechamos as Unidades para não correrem o risco de virarem focos de transmissão do vírus. Agora estamos trabalhando no protocolo de reabertura com segurança. Em breve, vamos apresentar as novas opções de ecoturismo que os gestores elaboraram durante o período do fechamento. Estamos trabalhando também para trazer cada vez mais os moradores do entorno para o protagonismo da gestão”, complementou o diretor-executivo da Fundação Florestal, Rodrigo Levkovicz.

Projetos

Para ampliar o diálogo acerca das iniciativas relacionadas aos parques naturais e o turismo no estado, o secretário de Turismo, Vinicius Lummertz, apresentou conceitos e projetos em execução no estado.

“O primeiro item do desenvolvimento sustentável é o econômico, por isso buscamos uma eficiência econômica e, no ano passado, o PIB [Produto Interno Bruto] do turismo em São Paulo cresceu 5%. Agora estamos desenvolvendo o projeto de rotas cênicas, que aliado a gastronomia será mais um atrativo de desenvolvimento”, frisou Lummertz.

“Estamos realizando audiências virtuais para que os projetos em discussão no estado como a concessão do Jardim Botânico e Zoo de São Paulo não tenham o cronograma afetado pela pandemia”, completou o coordenador de estruturação de projetos na Subsecretaria de Parcerias, Rodrigo Barata.

webinar contou também a participação e apresentação do coordenador de projetos do Instituto Semeia, Rodrigo Goes, além dos internautas de todo o Brasil.

Fonte: Governo de São Paulo

Quando começamos o Press Periódico para tentar trazer a verdade para o resto do mundo, sabíamos que seria um grande desafio. Mas fomos recompensados pela incrível quantidade de suporte e feedback dos leitores que nos fizeram crescer e melhorar.
Faça parte da missão de espalhar a verdade! Ajude-nos a combater as tentativas de silenciar nossas vozes e torne-se um assinante.

Print Friendly, PDF & Email

Wesley Lima

Colunista associado para o Brasil em Duna Press Jornal e Magazine, reportando os assuntos e informações sobre atualidades culturais, sócio-políticas e econômicas da região.
Botão Voltar ao topo