São Paulo: Pesquisa avalia efeitos do distanciamento social nos níveis de atividade física, ansiedade, depressão e bem-estar

São Paulo: Pesquisa avalia efeitos do distanciamento social nos níveis de atividade física, ansiedade, depressão e bem-estar

Próximo passo do trabalho é entender o impacto do retorno às aulas on-line na vida dos(as) estudantes.

A quarentena e o distanciamento social são as medidas de prevenção atualmente utilizadas para evitar a rápida transmissão do vírus Sars-CoV-2, responsável pela covid-19. Porém, quais são seus efeitos no nível de atividade física e sua associação com os níveis de ansiedade, depressão e bem-estar da população brasileira?

Buscando essa resposta, a disciplina de Neurofisiologia e Fisiologia do Exercício do Departamento de Fisiologia da Escola Paulista de Medicina (EPM/Unifesp) – Campus São Paulo realiza uma pesquisa com 500 indivíduos desde o início de junho de 2020. No momento, os dados coletados pela equipe liderada pela docente Marilia Andrade estão sendo analisados.

Os(as) participantes do estudo responderam, por meio de uma plataforma digital, quatro questionários: International Physical Activity Questionnaire (IPAQ)Patient Health Questionaire – 2 (PHQ-9)General Anxiety Disorder (GAD-7) e Índice de Bem-Estar (WHO-5), para avaliação nos níveis de atividade física, depressão, ansiedade e bem-estar, respectivamente.

O questionário IPAQ foi respondido duas vezes: uma considerando as condições atuais de vida do sujeito avaliado e a outra sobre como era antes do isolamento social. O objetivo é entender a diferença entre as respostas do questionário IPAQ e sua relação com as respostas dos outros três questionários.

Fonte: Universidade Federal de São Paulo

Quando começamos o Press Periódico para tentar trazer a verdade para o resto do mundo, sabíamos que seria um grande desafio. Mas fomos recompensados pela incrível quantidade de suporte e feedback dos leitores que nos fizeram crescer e melhorar.
Faça parte da missão de espalhar a verdade! Ajude-nos a combater as tentativas de silenciar nossas vozes e torne-se um assinante.

Print Friendly, PDF & Email