Esportes

Pedro Piquet se concentrando em um “fim de semana limpo” para a estreia na F2

Com apenas 4.318 km de extensão e apenas 10 curvas, há muito pouco espaço para erros na qualificação no Red Bull Ring, diz Pedro Piquet. Mas isso não vai perturbar o estreante da F2, cujo foco está em dar voltas limpas no retorno à ação competitiva.

O piloto da Charouz estava falando antes de sua estréia na Fórmula 2, tendo subido da F3, onde terminou em quinto em 2019. O brasileiro não espera que demore muito para voltar à velocidade com as corridas, tendo maximizado seu regime de treinamento na baixa temporada.

O brasileiro também diz que se beneficiará de suas experiências anteriores na fórmula júnior, onde o intervalo é sempre maior do que na Fórmula 1 e F2, com menos tempo de teste.

“Não sinto que o intervalo tenha sido muito longo”, explicou. “Eu me preparei muito no lado físico e também andei dirigindo muitos karts, para que, quando voltasse, não sentisse tanto”.

“Acho que também estamos acostumados a isso. Como não temos muitas sessões de teste na F2 e F3, sempre precisamos sair do intervalo e participar imediatamente. Eu já faço isso há alguns anos e acho que não será um problema”.

Piquet terminou em 16º nos treinos livres hoje cedo.

A temporada F2 começa com um cabeçalho duplo austríaco, com as rodadas 1 e 2 ocorrendo em Spielberg. Piquet terminou em sexto e 15º nas duas corridas no Red Bull Ring na F3 na última temporada e subiu ao pódio em 2018, na antiga série GP3. Ele diz que é uma faixa de que gosta, embora com desafios variados.

“É uma faixa muito legal”, continuou ele. “Os tempos aqui são sempre muito próximos, por isso é muito importante ter voltas limpas e não cometer erros, porque um pequeno erro pode destruir a sua qualificação”.

“Também será um pouco diferente com a degradação dos pneus, pois temos pneus duros e macios. Acho que não usei o pneu duro aqui antes, então acho que vai durar bem e vamos ver como podemos usar melhor os dois pneus com a nossa estratégia de corrida”.

Piquet ficou em 16º no Treino Livre hoje, um sólido primeiro passeio na máquina F2 e nas novas jantes Pirelli de 18 polegadas. Discutindo seus objetivos para a campanha, Piquet explicou por que ele não está colocando muita ênfase em seus primeiros resultados.

“Meu foco principal, como na F3, é sempre ter um fim de semana limpo e organizar o trabalho. No final, os resultados serão seguidos se tudo isso funcionar. Esse é praticamente o meu objetivo, e não quero pensar muito nos resultados agora. Quero pensar no carro em si, no novo pacote e em como posso maximizá-lo na qualificação e na corrida”.

“Fiquei muito feliz com o carro nos testes de pré-temporada, por isso vamos retomar a partir daí. Acho que temos uma boa configuração para as novas jantes, que são obviamente um pouco diferentes. Estamos bastante confiantes, mas é claro que precisamos esperar pela corrida e ver se ela se adapta à pista”.

“Acho que para os novatos, a troca de jantes pode ser muito boa, porque é novo para todos. As pessoas que têm um pouco mais de experiência não podem realmente usar o que sabem com o pneu velho, então acho que para os novatos, como eu, é de alguma ajuda”.

Fonte: Fórmula 2

Quando começamos o Press Periódico para tentar trazer a verdade para o resto do mundo, sabíamos que seria um grande desafio. Mas fomos recompensados pela incrível quantidade de suporte e feedback dos leitores que nos fizeram crescer e melhorar.
Faça parte da missão de espalhar a verdade! Ajude-nos a combater as tentativas de silenciar nossas vozes e torne-se um assinante.

Print Friendly, PDF & Email

Wesley Lima

Colunista associado para o Brasil em Duna Press Jornal e Magazine, reportando os assuntos e informações sobre atualidades culturais, sócio-políticas e econômicas da região.
Botão Voltar ao topo