News

Tráfico de seres humanos aumentou durante pandemia, alerta Washington

“Os traficantes não estavam confinados”, mas “encontraram maneiras de inovar e até tirar proveito do caos”, disse o funcionário americano John Richmond.

Os Estados Unidos alertaram na quinta-feira que o tráfico de seres humanos em todo o mundo estava aproveitando a instabilidade causada pelo desenvolvimento do novo coronavírus.

“Embora a luta contra o tráfico de seres humanos sempre tenha sido marcada por um senso de urgência, as consequências da pandemia de Covid-19 sublinham como nunca a necessidade de todos os atores trabalharem juntos para liderar essa luta”, declarou o chefe da diplomacia americana Mike Pompeo na apresentação do relatório anual de Washington sobre essa praga.

“Sabemos que os traficantes de seres humanos se aproveitam dos mais vulneráveis ​​e aproveitam todas as oportunidades para explorá-los”, disse ele. “A instabilidade e falta de acesso a serviços cruciais causados ​​pela pandemia estão aumentando rapidamente o número de pessoas vulneráveis ​​à exploração desses traficantes”, alertou.

Seu embaixador encarregado desse arquivo, John Richmond, acertou na cabeça: “Os traficantes não estavam confinados”, mas “encontraram maneiras de inovar e até tirar proveito do caos”, escreveu ele. no prefácio deste relatório.

Segundo o documento, Afeganistão, Argélia, Lesoto e Nicarágua se juntam à lista negra americana este ano, o que significa que Washington considera que não fez esforços suficientes.

Essa lista negra pode levar a sanções: os Estados Unidos podem limitar a ajuda ou retirar seu apoio ao país alvo em organizações como o Fundo Monetário Internacional.

Esses países se juntam a outros 15 estados que já estavam no final do ranking, incluindo China, Coréia do Norte, Rússia, Irã e Venezuela.

A Arábia Saudita, um aliado próximo dos americanos, deixa a lista negra depois de ter sido registrada lá no ano passado. A Mauritânia também é promovida.

Raramente, a Irlanda, um país ocidental próximo a Washington, foi colocada este ano “sob vigilância”: sem ser adicionada à lista negra, é objeto de atenção especial porque “não obteve nenhum resultado”. condenação por tráfico ”desde que mudou sua lei em 2013 para“ enfraquecer a dissuasão e contribuir para a impunidade ”.

Fonte The Times Of Israel

Contar hoje com uma mídia isenta, ética e informativa é a busca de todo leitor.

Somos o DUNA PRESS JORNAL.

Uma Agência de Notícia On-Line, trabalhando com informações gerais que podem ser lidas por toda a família, em uma abordagem que prima pela ética e pelo respeito ao leitor. 

Clique aqui e torne-se um assinante de nosso jornal.

Divulgue sua Empresa, Serviços ou produtos clicando aqui.

Print Friendly, PDF & Email

Joice Maria Ferreira

Colunista associado para o Brasil em Duna Press Jornal e Magazine, reportando os assuntos e informações sobre as atualidades sócio-políticas e econômicas da região.
Botão Voltar ao topo