Esportes

“Precisamos facilitar nossa vida aos sábados”, diz Ocon após terminar no top 10 no retorno à F1

Retornando a F1, Esteban Ocon, virou a testa de cabeça para baixo na qualificação para a temporada de abertura do Grande Prêmio da Áustria de domingo, passando de um decepcionante P14 no grid para terminar em oitavo na bandeira, 18 meses após sua última corrida.

Não competindo em uma corrida de F1 desde Abu Dhabi 2018, Ocon foi o feliz beneficiário de uma série de grandes desistências de nomes durante o Grande Prêmio da Áustria – incluindo seu próprio companheiro de equipe da Renault, Daniel Ricciardo e os dois Red Bulls -, quando ele chegou a alguns pontos terminar em seu retorno ao Grand Prix.

tendo ficado abatido após se classificar sobre de onde veio o déficit de ritmo entre ele e Ricciardo no sábado – o que levou a Ocon, ao contrário de seu companheiro de equipe, que não conseguiu sair do segundo tempo – o francês ficou muito mais satisfeito com seus esforços em Domingo.

“Estou muito feliz com o andamento da corrida”, disse Ocon. “Para ser sincero, a partir da volta 14, foi um esforço muito bom. O carro foi muito bom na corrida e o ritmo foi muito sólido. Eu estava pegando muitos carros ao meu redor, tive que lutar até o fim”.

“Definitivamente, precisamos tornar nossas vidas um pouco mais fáceis aos sábados, começando a lutar um pouco mais e então devemos estar na mistura para lutar com os outros carros”.

Ricciardo se mostrou entusiasmado com o ritmo de uma volta do Renault RS20 após o fim de semana, depois de usá-lo para classificar o P10 – enquanto achava que poderia ter subido ainda mais se não precisasse desacelerar as bandeiras amarelas no Q3.

E perguntado se ele achava que poderia melhorar suas próprias performances de uma volta a tempo do Grande Prêmio da Estíria no mesmo local, Ocon respondeu: “Meu objetivo é corrigir isso definitivamente. Se for muito cedo, o tempo dirá, mas estou ansioso para melhorar tudo o que precisamos fazer melhor”.

Enquanto isso, um piloto que ficou menos feliz com o retorno de Ocon à Fórmula 1 foi Daniil Kvyat, da AlphaTauri, com o russo culpando o contato do par na curva 6 na volta 63 pela punção lenta que eventualmente o forçou a abandonar volta antes do final.

Fonte: Fórmula 1

Quando começamos o Press Periódico para tentar trazer a verdade para o resto do mundo, sabíamos que seria um grande desafio. Mas fomos recompensados pela incrível quantidade de suporte e feedback dos leitores que nos fizeram crescer e melhorar.
Faça parte da missão de espalhar a verdade! Ajude-nos a combater as tentativas de silenciar nossas vozes e torne-se um assinante.

Print Friendly, PDF & Email

Wesley Lima

Colunista associado para o Brasil em Duna Press Jornal e Magazine, reportando os assuntos e informações sobre atualidades culturais, sócio-políticas e econômicas da região.
Botão Voltar ao topo