News

São Paulo: Fundação Florestal celebra 34 anos de conservação e proteção à natureza

Instituído em 1986, órgão vinculado à Infraestrutura e Meio Ambiente é responsável pela gestão de 102 Unidades de Conservação.

Fundação Florestal – Fundação para a Conservação e a Produção Florestal do Estado de São Paulo – completou 34 anos de existência nesta quarta-feira (1º). Desde 1986, a FF vem ampliando a atuação nas 102 Unidades de Conservação, em 4,6 milhões de hectares, e tem cumprido sua missão de apoiar, promover e executar ações integradas voltadas para a conservação ambiental, a proteção da biodiversidade, o desenvolvimento sustentável, a recuperação de áreas degradadas e o reflorestamento de locais ambientalmente vulneráveis, realizando parcerias com órgãos governamentais e instituições da sociedade civil.

Em 2020, a Fundação começou a implantar o Planejamento Estratégico 2020-2022, elaborado em dezembro de 2019, que tem como base: as diretrizes do Governo do Estado e da Secretaria de Infraestrutura e Meio Ambiente (SIMA); a Lei do Plano Plurianual (PPA); as prioridades da diretoria executiva e dos gestores de cada unidade, que representam as demandas vindas da sociedade das diversas regiões do estado.

Entre as diretrizes do Governo de São Paulo, destacam-se a melhoria da eficiência e aperfeiçoamento da gestão de recursos públicos, transparência e controle social, inovação e incorporação de novas tecnologias, participação social e parcerias.

Quarentena

O primeiro quadrimestre de 2020 foi marcado pelo início do isolamento social causado pela pandemia de COVID-19, a partir segunda quinzena de março. Entre as ações da FF, antes e durante o período de quarenta, podem ser observadas:

– Elaboração de novos projetos estratégicos focados na conservação da biodiversidade, envolvendo manejo de espécies exóticas – Controle de Javalis, monitoramento de Grandes Mamíferos, Restauração de Ecossistemas e Educação ambiental (envolvendo repovoamento de palmeira juçara e implantação de meliponicultura);

– Construção de Plataforma Online Georreferenciada com dados de edificações, trilhas, atrativos, visitação pública, biodiversidade, infraestrutura e saneamento, recursos humanos, frota e de outras informações estratégicas gerenciais sobre as 102 UCs e visando qualificar e agilizar a gestão e a tomada de decisão;

– Contratação de modelagens econômico-financeiras visando concessões e permissões de uso em unidades com maior potencial turístico com o objetivo de implantar parcerias com setor privado e terceiro setor para a geração de emprego e renda e desoneração do estado;

– Iniciação de um programa de pesquisa da Fundação Florestal, visando melhoria da gestão por meio de parceria com universidades e institutos de pesquisa para desenvolvimento de pesquisas aplicadas;

– Aprimoramento e fortalecimento das ações de combate a incêndios florestais por meio do Programa Corta-Fogo;

– Inovação em contratos e mecanismos de vigilância, monitoramento, fiscalização ambiental, aperfeiçoando-se a gestão e aplicação de recursos públicos e incorporando novas tecnologias;

– Implementação do Office 365 e do TEAMs como ambiente online oficial e do E- Ambiente, sistema de tramitação de processos digitais, visando maior eficiência e agilidade na gestão pública por meio de tecnologias.

Ainda, em janeiro último, foi lançado o site de vendas online que oferece ao visitante a possibilidade de compra antecipada, criação de roteiro diário com reserva de atrativos, busca de monitores autônomos e reserva de hospedagem.

Novos atrativos

Logo no início da quarentena, as equipes elaboraram novos roteiros nas áreas já geridas pelo órgão, que culminou em mais de 100 Planos de Uso Público de Roteiros Específicos, distribuídos em 47 Unidades de Conservação.

Nesse projeto, os monitores e gestores das Unidades apresentaram ideias de novos roteiros ou de mudança de operação nas trilhas e atrativos (monitorados para autoguiados). Após a reabertura, a população poderá desfrutar destas novas experiências junto à natureza.

Acessibilidade

Em 2019 a Fundação Florestal firmou importante parceria com a Secretaria Estadual dos Direitos da Pessoa com Deficiência. Como prioridade, está a preparação/capacitação das equipes, principalmente monitores, que trabalham diretamente com o público, a ser realizada por profissionais especializados na área de inclusão de pessoas com deficiência.

Desde outubro do ano passado, o Parque Estadual do Jaraguá tem sido a unidade piloto para o atendimento da Pessoa com Deficiência, com a realização de eventos, recebimento de grupos e familiares de pessoas com necessidades especiais.

Fonte: Governo de São Paulo

Quando começamos o Press Periódico para tentar trazer a verdade para o resto do mundo, sabíamos que seria um grande desafio. Mas fomos recompensados pela incrível quantidade de suporte e feedback dos leitores que nos fizeram crescer e melhorar.
Faça parte da missão de espalhar a verdade! Ajude-nos a combater as tentativas de silenciar nossas vozes e torne-se um assinante.

Print Friendly, PDF & Email

Wesley Lima

Colunista associado para o Brasil em Duna Press Jornal e Magazine, reportando os assuntos e informações sobre atualidades culturais, sócio-políticas e econômicas da região.
Botão Voltar ao topo