Esportes

“No momento, estou feliz com a McLaren”. Sainz não está preocupado com a Ferrari antes de 2021

Compartilhar

Carlos Sainz começou sua última temporada na McLaren terminando à frente do piloto que ele substituirá em 2021 – Sebastian Vettel – no Grande Prêmio da Áustria . Isso pode ter despertado alarme sobre o desempenho e o status da Ferrari como uma das três principais equipes em 2020, mas Sainz insiste que está feliz em aproveitar o ressurgimento da McLaren e não se preocupa com o desempenho da Ferrari antes de 2021.

Na quinta-feira, antes do Grande Prêmio da Estíria, na Áustria, Sainz foi perguntado se ele estava preocupado com o fato de a Ferrari passar para a próxima temporada e potencialmente fazer com que a equipe fosse deixada para trás pela McLaren – um fato que é mais provável pelas equipes. transportando os mesmos carros até 2021 usados ​​neste ano.

“Não, não de verdade”, disse o espanhol. “Acho que você resumiu muito bem comigo dizendo que não estou pensando em 2021, então provavelmente não”.

“Eu realmente não pensei em uma transferência deste formulário da Ferrari para o próximo ano. Estou confiante de que eles sempre estiveram no topo da Fórmula 1 e voltarão lá mais cedo ou mais tarde. No momento, estou feliz em lutar contra eles na pista”.

“Acho que o progresso da McLaren tem sido muito bom, com esse time estou muito feliz por termos conseguido lutar com a Ferrari, perto da Red Bull, perto da Racing Point, que achamos que eles estariam à frente. e estou apenas aproveitando o desafio até agora este ano”.

O companheiro de equipe Lando Norris levou à equipe seu segundo pódio em três GPs e seu primeiro pódio por terminar em terceiro na semana passada, mas Sainz argumentou que ainda é muito cedo para tirar conclusões sobre o verdadeiro lugar da McLaren na hierarquia.

“Acho que primeiro precisamos percorrer algumas faixas para avaliar nosso desempenho”, disse o espanhol. “Acho que a Áustria nos últimos anos tem sido uma pista muito boa para nós, no ano passado já tivemos uma performance muito forte aqui e em outros países, as faixas podem expor alguns pontos fracos do nosso pacote”.

“Mas, no geral, acho que foi um começo muito forte e algo para se orgulhar após um período de tempo tão difícil e precisamos continuar pressionando”.

Fonte: Fórmula 1

Quando começamos o Press Periódico para tentar trazer a verdade para o resto do mundo, sabíamos que seria um grande desafio. Mas fomos recompensados pela incrível quantidade de suporte e feedback dos leitores que nos fizeram crescer e melhorar.
Faça parte da missão de espalhar a verdade! Ajude-nos a combater as tentativas de silenciar nossas vozes e torne-se um assinante.

Print Friendly, PDF & Email

Compartilhar

Wesley Lima

Colunista associado para o Brasil em Duna Press Jornal e Magazine, reportando os assuntos e informações sobre atualidades culturais, sócio-políticas e econômicas da região.
Botão Voltar ao topo
Translate »