News

Base Naval de San Diego, 18 feridos em explosão, de navio de guerra dos EUA

Não está claro imediatamente o que causou chamas no USS Bonhomme Richard, um navio de assalto anfíbio; Marinha diz feridos hospitalizados com ‘ferimentos que não ameaçam a vida’.

Dezoito pessoas sofreram ferimentos leves em uma explosão e incêndio neste domingo a bordo de um navio na Base Naval de San Diego, disseram oficiais militares.

O incêndio foi relatado pouco antes das 9h no USS Bonhomme Richard, disse Mike Raney, porta-voz da Naval Surface Force, US Pacific Fleet.

Dezoito pessoas foram hospitalizadas com “ferimentos que não ameaçam a vida”, disse Raney em um breve comunicado. Ele não tinha detalhes adicionais.

Anteriormente, autoridades disseram que pelo menos uma pessoa foi tratada por inalação de fumaça.

A causa do incêndio estava sob investigação. Não se sabia imediatamente em que lugar do navio de assalto anfíbio de 255 metros, a explosão e o incêndio ocorreram.

As chamas lançaram uma enorme nuvem de fumaça escura visível em San Diego.

San Diego é o porto de origem do Bonhomme Richard e estava em manutenção de rotina no momento do incêndio.

Cerca de 160 marinheiros e oficiais estavam a bordo, disse Raney – muito menos do que os mil normalmente no navio quando está em serviço.

O navio tem capacidade para implantar e desembarcar helicópteros, embarcações menores e veículos anfíbios.

Fonte The Time Of Israel

Contar hoje com uma mídia isenta, ética e informativa é a busca de todo leitor.

Somos o DUNA PRESS JORNAL.

Uma Agência de Notícia On-Line, trabalhando com informações gerais que podem ser lidas por toda a família, em uma abordagem que prima pela ética e pelo respeito ao leitor. 

Clique aqui e torne-se um assinante de nosso jornal.

Divulgue sua Empresa, Serviços ou produtos clicando aqui.

Print Friendly, PDF & Email

Joice Maria Ferreira

Colunista associado para o Brasil em Duna Press Jornal e Magazine, reportando os assuntos e informações sobre as atualidades sócio-políticas e econômicas da região.
Botão Voltar ao topo