Nova York reforça fiscalização de quarentena

Nova York reforça fiscalização de quarentena
Times Square, permanece relativamente tranquilas devido ao surto contínuo da doença por coronavírus (COVID-19) no bairro de Manhattan em Nova York

Principais entradas terão postos de controle para covid-19

A cidade de Nova York colocará postos de controle para covid-19 nos principais pontos de entrada, para garantir que os viajantes de 35 estados com surtos cumpram a quarentena de 14 dias, disse o prefeito Bill de Blasio nessa quarta-feira (5).

A medida ressalta a determinação onde antes era o epicentro da pandemia nos Estados Unidos, para impedir o ressurgimento de casos, como visto em outros lugares. Enquanto os casos caem 5% em todo o país, os registros subiram na última semana em Oklahoma, Montana, Missouri e em mais 17 estados.

Em média, mil pessoas estão morrendo a cada dia nos Estados Unidos por covid-19. Atualmente, o número de mortos no país ultrapassa 157 mil, com aproximadamente 4,8 milhões de casos registrados.

“Os viajantes provenientes desses estados receberão informações sobre a quarentena e serão lembrados de que isso é obrigatório, e não opcional”, afirmou De Blasio em entrevista coletiva. Ele acrescentou que, em certas circunstâncias, as multas por não observar a ordem de quarentena podem chegar a US$ 10 mil.

O Gabinete do Xerife, em coordenação com outras agências policiais, começará a implantar postos de controle nas principais passagens de pontes e túneis na cidade de Nova York.

Foto: Reuters
Fonte: Agência Brasil

Quando começamos o Press Periódico para tentar trazer a verdade para o resto do mundo, sabíamos que seria um grande desafio. Mas fomos recompensados pela incrível quantidade de suporte e feedback dos leitores que nos fizeram crescer e melhorar.
Faça parte da missão de espalhar a verdade! Ajude-nos a combater as tentativas de silenciar nossas vozes e torne-se um assinante.

Print Friendly, PDF & Email