News

Entrega de tablets pela Campanha UnB Solidária para hospitais públicos do DF

Dispositivos permitirão a pacientes internados com covid-19 manter contato com parentes e amigos.

Os responsáveis pela campanha UnB Solidária nos hospitais, organizada pela Diretoria de Atenção à Saúde da Comunidade Universitária  (Dasu/DAC) da Universidade de Brasília realizaram, em parceria com o Hospital Universitário de Brasília (HUB) e a Secretaria de Saúde do Distrito Federal (SES-DF), a entrega de 15 tablets e um celular para garantir a comunicação virtual entre pacientes internados em tratamento da covid-19 no DF e seus familiares e amigos.  

O ato ocorreu na quinta-feira (30), na sede da SES-DF, com a presença de representantes da UnB, psicólogos, diretores e membros da Coordenação de Saúde Mental do órgão. Os aparelhos arrecadados estão sendo disponibilizados aos hospitais do Sistema Único de Saúde (SUS) e serão manuseados por profissionais da saúde, que intermediarão visitas virtuais para garantir aos pacientes momentos de convivência familiar e social. 

Das doações, seis tablets já foram disponibilizados ao HUB e oito, além do celular, foram destinados à Gerência de Serviço de Psicologia da SES-DF. Na próxima semana, a campanha pretende levar outro dispositivo ao Instituto de Cardiologia do DF, conveniado ao SUS para o atendimento de pacientes cardiopatas e vulneráveis à covid-19.  

“A internação hospitalar causa muitos impactos. A covid-19 impôs aos pacientes a necessidade de isolamento e distanciamento, sendo assim, impactou os usuários do SUS no que tange ao direito a acompanhante e, sobretudo, ao direito à convivência familiar e social”, afirmou a coordenadora da ação e assistente social da Coordenação de Articulação de Redes para Prevenção e Promoção à Saúde (CoRedes/Dasu), Flávia Aparecida Squinca. 

“Nesse sentido, garantir o contato entre paciente e família/rede social de apoio se torna uma questão de direitos humanos, em sua concepção mais plena. Para alguns pacientes, pelo avanço da doença, pode ser o último contato com familiares e amigos. Logo, não garantir essa interação pode gerar uma situação de difícil reparação”, completa a servidora da UnB. 

A arrecadação dos equipamentos foi feita por meio do aplicativo Doarti, desenvolvido por docentes e estudantes da Faculdade UnB Gama (FGA) para facilitar a interação entre doadores e entidades beneficentes. Até o final de agosto, mais cinco tablets cadastrados no app para doação devem ser repassados à Secretaria de Saúde. 

“Essa primeira entrega foi simbólica por ter marcado o início dessa campanha. Esperamos que, por meio do Doarti, consigamos a doação de muitos outros equipamentos”, anseia Renata Monteiro, professora do Departamento de Nutrição da Faculdade de Ciências da Saúde (FS), que representou a UnB na entrega dos dispositivos. 

>> Iniciativa da UnB cria site e aplicativo para facilitar doações no Distrito Federal 

“O que nós visamos é, claramente, diminuir um pouco a distância entre as pessoas e amenizar a tristeza que muitos pacientes podem sentir pelo fato de estarem isolados dos entes queridos. Foi muito importante poder possibilitar isso, colocando essas doações em contato com os profissionais da saúde. Esses equipamentos farão muita diferença no desenvolvimento do trabalho de psicólogos e assistentes sociais da Secretaria de Saúde”, observa a professora. 

O coordenador do projeto que desenvolveu o Doarti e professor do curso de Engenharia de Software da FGA, George Marsicano, avalia a ação como positiva. 

“Em nenhum momento esperávamos a doação de tantos tablets, por ser um equipamento bastante caro e que nem todos têm acesso”, destacou. 

Marsicano espera que o projeto alcance número de doações ainda maior. “Já haviam sido coletados outros tablets e existem mais doadores em contato com a coordenação da campanha para a realização de outras doações. Estimo que, até o fim da campanha, tenhamos em torno de 30 tablets doados, que julgo ser um número interessante, dada a restrição de pessoas que possuem esse equipamento. Não seriam equipamentos simples ou baratos de se achar no mercado e acho que podemos alcançar esse número para a doação aos hospitais que estão precisando”, diz. 

O professor também destaca o envolvimento da sociedade na campanha UnB Solidária: “Vemos que está havendo muita adesão das pessoas, no sentido de se mobilizarem para que, de alguma forma, façam alguma doação. Temos muitos ex-alunos da Universidade que trabalham em diferentes locais e demonstram gratidão pela instituição ao verem que as doações partem da UnB. Eles entendem a realidade da Universidade e prontamente se dispõem a ajudar, como alunos que passaram por dificuldades em sua época de graduação”. 

REDUZIR A SOLIDÃO – Gerente de Serviços de Psicologia da SES-DF, Rúbia Marinari destaca que, para reduzir o risco de contaminação pelo novo coronavírus, os pacientes internados para tratamento da covid-19 nos hospitais da rede da SES-DF não podem receber visitas, e o isolamento pode trazer consequências para a saúde mental. 

Ela ressalta que a comunicação mediada tem impactos positivos para pacientes com covid-19 reclusos. “Esse distanciamento pode causar solidão e o desenvolvimento e/ou agravamento de sinais e sintomas de depressão e ansiedade. A comunicação é essencial para aproximar o paciente e sua rede socioafetiva, colaborando com sua recuperação física e emocional. Além disso, a família também fica menos angustiada ao poder falar com o paciente”, afirma. 

“As visitas virtuais, mediadas pelo atendimento psicológico, poderão colaborar para esse fim. Os aparelhos doados poderão otimizar o trabalho que já vem sendo desenvolvido pelos nossos psicólogos junto a pacientes e famílias. Será viabilizada a elaboração de critérios para utilização, trazendo um caráter institucional à proposta”, destaca a gerente do Serviço de Psicologia da SES-DF. 

Segundo Rúbia Marinari, a ideia é que seja disponibilizado pelo menos um aparelho por hospital da rede de saúde pública do DF. A expectativa é que as visitas virtuais se iniciem ainda em agosto. 

“Esses primeiros hospitais foram selecionados pelo número de leitos disponíveis para pacientes com covid, conforme dados da Sala de Situação da SES-DF. Já estamos em contato, em cada um desses hospitais, com um psicólogo, que servirá como ponto focal para o projeto. Estamos aguardando a formalização dos chips de dados que serão inseridos nos tablets, o que permitirá a comunicação via internet”, finaliza. 

COMO AJUDAR – A campanha UnB Solidária nos hospitais segue. As doações são feitas pelo app Doarti, disponível no Google Play e na App Store e também via página da Dasu no linktr.ee. No app, é só procurar por UnB Solidária e escolher um dos locais de coleta para entrega.  

As doações podem ser deixadas no Setor de Segurança da FGA e em dois pontos do campus Darcy Ribeiro: na sede da Associação dos Docentes da Universidade de Brasília (ADUnB) e na Diretoria de Segurança (Diseg), localizada no prédio Oca 2, próxima ao banco Santander. Pelo aplicativo Doarti, é possível solicitar ainda o recolhimento da doação em casa.

Fonte: gov.br / Imagem em destaque: Unb

Contar hoje com uma mídia isenta, ética e informativa é a busca de todo leitor. Somos o DUNA PRESS JORNAL. Uma Agência de Notícia On-Line, trabalhando com informações gerais que podem ser lidas por toda a família, em uma abordagem que prima pela ética e pelo respeito ao leitor. Torne-se um assinante de nosso jornal clicando no banner abaixo:

– U$ 1,00 mensal

– U$ 10,00 anual (com todos os benefícios nesta opção – Press, Magazine, artigos científicos diversos, entre outros acessos)

DUNA Press Jornal – Jornalismo Ético, Sério, Educativo e Informativo.

Print Friendly, PDF & Email

Leonardo Garbossa

Colunista associado para o Brasil em Duna Press Jornal e Magazine, reportando os assuntos e informações sobre atualidades sócio-políticas e econômicas da região.
Botão Voltar ao topo