Esportes

Norris surpreso por pontuar após “corrida terrível”

Lando Norris, da McLaren, admitiu que se surpreendeu ao marcar pontos no Grande Prêmio do 70º aniversário no domingo, depois de dizer que foi uma “corrida terrível”.

Os pneus mais macios e menos duráveis para a segunda corrida em duas semanas em Silverstone tornaram-na difícil para muitos, incluindo a líder do campeonato, Mercedes. E enquanto a Red Bull conseguiu conter o desgaste dos pneus pesados ​​para vencer com Max Verstappen, Norris – que conseguiu terminar em nono e somar dois pontos – diz que os problemas da McLaren eram de natureza igual da Mercedes.

“Foi muito mais difícil do que a corrida da semana passada”, disse ele após a corrida. “A degradação dos pneus era um problema muito maior. Acho que sempre estávamos esperando por isso, mas minha segunda passagem foi a pior que já tive na vida”.

“Estou surpreso por ainda estar no P9 depois do que parecia ser uma corrida terrível. Então, ainda estou feliz, acho que podíamos dizer que as Racing Points e todos à frente, até mesmo as Renaults, foram muito mais rápidas capaz de batalhar com eles e ter um bom começo e um [bom] primeiro período também foi positivo”.

Começando com pneus médios, Norris chegou ao P8 no final da primeira volta e parou no P7 na volta 12 para pneus duros. Essa segunda temporada durou 16 voltas e Norris explicou que estava confuso por que os pneus duros estavam queimando.

“Eu estava lutando com tudo. Não tenho muita certeza do porquê. Vamos ter que investigar isso depois. Mas [tínhamos] vibrações massivas das bolhas e tudo mais, sem sentir que eu empurrei demais o restrição para causá-lo. Achei que fiz um bom trabalho para trazer os pneus, mas obviamente não”.

Depois de lutar na volta 29 para duro novamente, Norris acabou no P9 depois de perder uma posição para Alex Albon.

Tendo garantido seu primeiro pódio na F1 na carreira na abertura da temporada no Red Bull Ring, Norris admitiu que os problemas estavam lentamente surgindo para a McLaren.

Grande Prêmio do 70º aniversário da F1 - Qualificação
Norris somou 38 pontos em cinco Grandes Prêmios deste ano. Na temporada passada, em 21 corridas, ele somou 49 pontos.

“Em comparação com alguns, fizemos um trabalho melhor, eu acho, mas ainda assim, foi muito mais complicado do que eu gostaria”.

“Acho que temos muito trabalho a fazer no carro. Esses primeiros fins de semana foram muito bons para nós, mas acho que agora há alguns sinais – da qualificação de ontem, da corrida de hoje – que destacaram problemas com o carro”.

“É uma coisa boa hoje que não estamos apenas vendo os aspectos positivos e podemos ver os negativos e podemos tentar trabalhar nisso”, concluiu.

Norris está em quinto lugar no campeonato, dois pontos à frente de Albon da Red Bull, indo para o Grande Prêmio da Espanha de 2020 no Circuito de Barcelona-Catalunya – onde Norris abandonou no ano passado em uma colisão com Lance Stroll da Racing Point.

Fonte: Fórmula 1

Quando começamos o Press Periódico para tentar trazer a verdade para o resto do mundo, sabíamos que seria um grande desafio. Mas fomos recompensados pela incrível quantidade de suporte e feedback dos leitores que nos fizeram crescer e melhorar.
Faça parte da missão de espalhar a verdade! Ajude-nos a combater as tentativas de silenciar nossas vozes e torne-se um assinante.

Print Friendly, PDF & Email

Wesley Lima

Colunista associado para o Brasil em Duna Press Jornal e Magazine, reportando os assuntos e informações sobre atualidades culturais, sócio-políticas e econômicas da região.
Botão Voltar ao topo