Esportes

GP da Espanha: Análise

Analisando o GP da Espanha: Mercedes e Lewis Hamilton no topo

Hamilton está virando um especialista em cuidar dos pneus, o cenário da corrida foi bem diferente do que semana passada, apesar do calor a Pirelli conseguiu ter uma escolha mais adequada, porém a Formula 1 fica cada vez mais refém da fornecedora de pneus e de estratégias de boxes. Na pista mesmo quase não houve ultrapassagens, mas devemos levar em consideração a dificuldade do circuito.

Lewis x Bottas

É notável que Bottas não está desenvolvendo um bom ritmo de corrida ultimamente, impressionante a dificuldade que ele tem em fazer frente a Hamilton e até ao Verstappen. Ele começa a temporada com um bom desempenho, mas depois sequer consegue acompanhar quem está a sua frente. Quando larga na Pole, Bottas não consegue se impor, já quando Hamilton larga na frente é quase impossível uma aproximação. O finlandês é rápido, entretanto,  quando precisa fazer algo fora da sua zona de conforto ele não rende o que é esperado dele.

Max Verstappen:

“Mad Max” é o único piloto capaz de derrotar as Mercedes em algumas ocasiões, porém isso só acontecerá novamente se a equipe alemã errar na estratégia, todavia o holandês conseguiu ter um excelente final de semana como de costume apesar da dificuldade da Red Bull com os pneus, algo que foi considerado uma surpresa, já que era esperado um melhor gerenciamento.

Ferrari: Vettel x Leclerc

A Ferrari conseguiu se colocar em uma situação ridícula, ao prever uma chuva que Sebastian Vettel está esperando até agora. Apesar de o alemão largar com pneus médios, pois ficou fora do Q3 de ontem, parecia que as decisões não estavam muito acertadas entre eles, já Charles Leclerc teve um péssimo final de semana, não se classificou bem e ainda abandonou a corrida por conta de um apagão no carro. Parece que a Ferrari precisa resgatar pessoas que tenham uma visão menos passional na equipe para tentar se reorganizar.

Renault x Racing Point

Não tenho muito que dizer da Renault, fizeram uma corrida pífia, e precisam melhorar muito para se tornarem competitivos. Riccardo é um bom piloto e consegue ter um melhor resultado que Esteban Ocon que até se arriscou em algumas ultrapassagens.

A equipe Racing Point conseguiu fazer uma boa corrida, porém precisam melhorar o ritmo. Sérgio Perez foi punido por não respeitar bandeira azul, porém aparentemente ele deu espaço para Hamilton então houve um excesso de zelo da FIA em aplicar a penalidade. Enfim, Lance Stroll mais uma vez, fez uma corrida discreta.

Destaques positivos da corrida:

Lewis Hamilton, Max Verstappen, Sérgio Perez, Carlos Sainz, Sebastian Vettel

Destaques negativos da corrida:

Valtteri Bottas, Lando Norris, Daniil Kvyat, Esteban Ocon, Alexander Albon

Pior desempenho de equipes:

Williams, Haas, Alfa Romeo, Renault

Fonte: Formula 1

Imagem em destaque: Duna Press

Print Friendly, PDF & Email

Camila Honorato

Colunista associada para o Brasil em Duna Press Jornal e Magazine, reportando os assuntos e informações sobre atualidades sócio-políticas e econômicas da região.
Botão Voltar ao topo