News

Campanha “Elogiar Faz Bem à Saúde” valoriza profissionais da saúde no Amapá

A campanha incentiva que os usuários possam agradecer de forma anônima ou identificada profissionais que prestaram um bom atendimento.

Com o objetivo de valorizar os profissionais da saúde que trabalham diretamente na assistência aos pacientes, a Ouvidoria do Sistema Único de Saúde no Amapá (SUS/AP) lançou a campanha “Elogiar Faz Bem à Saúde”, a campanha incentiva que os usuários possam agradecer de forma anônima ou identificada profissionais que prestaram um bom atendimento.

O órgão é um canal direto com o usuário do sistema de saúde estadual. O objetivo é dar solução em demandas de saúde e evitar processos judiciais. Através da Ouvidoria é possível fazer elogios, sugestões, denúncias, reinvindicações e solicitações de serviços.

A ouvidora do SUS/AP, Maria de Jesus Ribeiro, explicou que a iniciativa para a campanha foi após a equipe da Ouvidoria perceber a necessidade de homenagear os profissionais que atuam nas unidades estaduais de Saúde.

“Nada melhor do que elogiar o profissional da área, o profissional que está linha de frente no dia a dia, que está ali para cuidar dos outros, as vezes é um familiar nosso ou um amigo. A gente não se dá conta da dedicação que eles têm para dar o melhor tratamento para o paciente”, disse.

Os elogios serão colhidos e enviados diretamente aos profissionais nas unidades onde atuam. Para enviar um elogio o usuário pode ligar ou mandar uma mensagem através do WhatsApp no número (96) 98144-0455 ou pelo e-mail ouvidoria.ap.gov@gmail.com.

O atendimento presencial também é feito de segunda a sexta-feira, das 8h às 17h na Ouvidoria, localizada no prédio da Secretaria de Estado da Saúde (Sesa), com entrada pela Rua Odilardo Silva, nº 69, Centro. Aos fins de semana é possível entrar em contato com o setor através do número de telefone disponibilizado.

A dona de casa Denise Serra, de 37 anos, acredita que a dedicação dos profissionais de saúde foi um grande diferencial para a sua recuperação. Em junho deste ano ela precisou ficar 15 dias internada no Centro de Atendimento à Covid-19 HU, após ter complicações ocasionadas pelo novo coronavírus, mas um outro fator preocupava ainda mais a equipe: Denise, na época, estava grávida de 6 meses.

“Todo dia eles iam lá e consultavam se estava tudo bem comigo e com a bebê. Se hoje estou em casa com a minha família, devo tudo a Deus e a eles, se eu não tivesse ido a aquele hospital eu não estaria aqui hoje. Apesar das restrições de visita nunca me senti só lá, o tempo todo tinham profissionais comigo”, conta.

A ouvidoria também é responsável por receber, examinar e encaminhar às unidades administrativas competentes as manifestações para encaminhamento de processos administrativos por má conduta contra servidores públicos, assim como outras partes interessadas.

Fonte: Governo do Amapá

Quando começamos o Press Periódico para tentar trazer a verdade para o resto do mundo, sabíamos que seria um grande desafio. Mas fomos recompensados pela incrível quantidade de suporte e feedback dos leitores que nos fizeram crescer e melhorar.
Faça parte da missão de espalhar a verdade! Ajude-nos a combater as tentativas de silenciar nossas vozes e torne-se um assinante.

Print Friendly, PDF & Email

Wesley Lima

Colunista associado para o Brasil em Duna Press Jornal e Magazine, reportando os assuntos e informações sobre atualidades culturais, sócio-políticas e econômicas da região.
Botão Voltar ao topo