Esportes

Números explicam porque Marinho é o destaque do Santos em 2020

Decisivo contra Athletico, ele participa de um gol por jogo, na média.

Os números não dizem tudo, mas, ajudam a entender o que acontece no futebol. As estatísticas de Marinho no Santos deixam clara a importância do atacante para o Peixe. No último domingo (16), contra o Athletico-PR, o Alvinegro Praiano venceu pela primeira vez desde a paralisação do futebol, devido à pandemia do novo coronavírus (covid-19).

Além de fechar o placar em 3 a 1 na Vila Belmiro, o camisa 11 deu assistências para os gols do atacante Yeferson Soteldo e do lateral Felipe Jonatan – o lateral Abner descontou para o time do Paraná. No jogo, segundo índices do Sofascore, site especializado em estatísticas esportivas, Marinho ainda deu outros dois passes decisivos, ou seja, proporcionou finalizações de companheiros. Na partida, ele foi o jogador que mais disputas de bola venceu (10, em 20 duelos) e sofreu seis das nove faltas cometidas pelo Athletico.

No Brasileiro, o atacante participou dos quatro gols marcados pelo Santos até agora. Ele também havia balançado as redes no empate por 1 a 1 com o Red Bull Bragantino, no domingo anterior (9), também na Vila, na estreia pela competição. Em três rodadas, levou menos de 65 minutos para participar de gols.

O detalhe que reforça o papel do jogador no elenco alvinegro é que Marinho esteve em apenas sete das 17 partidas do Peixe em 2020. O camisa 11 sofreu uma fratura no pé esquerdo logo na estreia dele no ano, em um 0 a 0 com o Bragantino pelo Campeonato Paulista. Quando foi a campo, o atacante participou de ao menos um gol por jogo. São cinco bolas na rede e duas assistências nesta temporada.

Após a partida, o técnico Cuca reconheceu a importância de Marinho, mas, prefere compartilhá-la com outros nomes do elenco. “[O Santos] Depende do Marinho, do Soteldo, do [volante Carlos] Sanchez, do Lucas [Veríssimo, zagueiro], dos caras mais experientes carregarem a molecada. Eles têm que agir assim, com essa liderança. Eles não têm por característica o comando e vão amadurecendo isso”, analisou.

O resultado na Vila levou o Santos a quatro pontos e à oitava posição na Série A, enquanto o Athletico, com seis pontos, perdeu a chance de seguir na liderança, caindo para quinto. O Furacão sofreu a primeira derrota no campeonato e não teve o técnico Dorival Júnior no banco. Diagnosticado com a covid-19, ele foi substituído pelo auxiliar (e filho) Lucas Silvestre.

Foto: Ivan Storti
Fonte: Agência Brasil

Quando começamos o Press Periódico para tentar trazer a verdade para o resto do mundo, sabíamos que seria um grande desafio. Mas fomos recompensados pela incrível quantidade de suporte e feedback dos leitores que nos fizeram crescer e melhorar.
Faça parte da missão de espalhar a verdade! Ajude-nos a combater as tentativas de silenciar nossas vozes e torne-se um assinante.

Print Friendly, PDF & Email

Wesley Lima

Colunista associado para o Brasil em Duna Press Jornal e Magazine, reportando os assuntos e informações sobre atualidades culturais, sócio-políticas e econômicas da região.
Botão Voltar ao topo