Esportes

Chapecoense derrota Guarani e entra no G-4 do Brasileirão Série B

No duelo entre Índio Condá e Bugre, equipe catarinense leva a melhor na quinta rodada e vence pelo placar de 2 a 0, em Chapecó.

Chapecoense e Guarani duelaram pela quinta rodada da Série B do Campeonato Brasileiro na noite desta segunda-feira (24). Em partida disputada na Arena Condá, o Verdão do Oeste levou a pela sobre o Bugre pelo placar de 2 a 0. Os donos da casa contaram com os atacantes Aylon e Anselmo Ramon para marcarem os gols. O time de Campinas (SP) ainda teve duas oportunidades para balançar as redes em cobranças de pênaltis. No primeiro, o goleiro João Ricardo brilhou, defendendo a batida de Júnior Todinho. No segundo, Giovanny acertou a trave.

Com o resultado, a Chape chegou aos dez pontos conquistados e subiu para a terceira posição na tabela da Segundona. O Guarani, por sua vez, permaneceu com três pontos e aparece na 16ª colocação.

O jogo

Equilibrada desde os primeiros minutos, a partida passou a ter mais emoções na reta final do primeiro tempo. Aos 39 minutos da etapa inicial, Alan Ruschel cobrou escanteio para a área, Luiz Otávio dividiu, e a bola sobrou limpa para Aylon. O atacante emendou de primeiro e estufou as redes do Guarani: 1 a 0.

Não demorou muito e a Chapecoense ampliou a diferença. Dois minutos mais tarde, Aylon encontrou Anselmo Ramon na entrada da área. O camisa 9 teve tempo de dominar, ajeitar a bola e bater com força no cantinho. O goleiro Rafael Pin ainda se esticou todo, mas não conseguiu alcançar. Resultado parcial de 2 a 0 e mais tranquilidade para os donos da casa irem para o vestiário.

As aspirações do Guarani em buscar o empate foram diminuídas aos seis minutos do segundo tempo, quando Igor Henrique levou o segundo cartão amarelo e foi para o chuveiro mais cedo. Com um jogador a mais, a Chape manteve o domínio da posse de bola. Apesar disso, o Bugre teve oportunidade de diminuir aos 22, quando Waguinho sofreu pênalti. Júnior Todinho foi para a bola, mas o goleiro João Ricardo caiu para o canto certo e fez ótima defesa, mantendo a diferença no marcador.

Aos 39, mais uma oportunidade na marca da cal para o Guarani balançar as redes. Deivid foi puxado por Anselmo Ramon, e a arbitragem assinalou a penalidade. Dessa vez, Giovanny foi para a cobrança, mas mandou na trave esquerda de João Ricardo.

Foto: Márcio Cunha/AGIF
Fonte: CBF

Quando começamos o Press Periódico para tentar trazer a verdade para o resto do mundo, sabíamos que seria um grande desafio. Mas fomos recompensados pela incrível quantidade de suporte e feedback dos leitores que nos fizeram crescer e melhorar.
Faça parte da missão de espalhar a verdade! Ajude-nos a combater as tentativas de silenciar nossas vozes e torne-se um assinante.

https://dunapress.org/produto/assinatura-leitor-premio/?aff=wesleylima

Print Friendly, PDF & Email

Wesley Lima

Colunista associado para o Brasil em Duna Press Jornal e Magazine, reportando os assuntos e informações sobre atualidades culturais, sócio-políticas e econômicas da região.
Botão Voltar ao topo