News

Classificação do Tesouro garante ao Paraná recursos para obras

Boa situação fiscal dá ao estado a condição de bom pagador e facilita liberação de crédito. PR-280, do Sudoeste, está no pacote beneficiado pelo empréstimo negociado junto ao Banco do Brasil e Caixa Econômica Federal.

A revitalização da PR-280 está no pacote de infraestrutura que será beneficiado pelo empréstimo R$ 1,6 bilhão negociado pelo Estado junto ao Banco do Brasil e Caixa Econômica Federal. As obras na rodovia devem começar ainda este ano.

A boa situação fiscal do Paraná, atestada pelo Tesouro Nacional, permite que o Estado mantenha os projetos de infraestrutura necessários ao seu desenvolvimento. A nota técnica atribuída pelo Tesouro Nacional é B, o que coloca o Paraná no rol dos bons pagadores, mesmo com a queda da arrecadação imposta pela pandemia de Covid-19. 

Esta classificação possibilita que o Paraná contraia empréstimos com a garantia da União, com taxas de juros mais vantajosas, e mantenha os investimentos previstos, como o da revitalização da PR-280.

ARTÉRIA – A rodovia, principal artéria do Sudoeste, deve entrar em obras ainda este ano. O Departamento de Estradas de Rodagens do Paraná (DER-PR) está finalizando os detalhes do edital de licitação.

“Já identificamos os segmentos críticos e as necessidades para melhorar a segurança viária da rodovia, o que inclui o aumento da capacidade de tráfego, com terceiras faixas, a melhoria do pavimento e da sinalização viária”, explica o chefe da Casa Civil do Paraná, Guto Silva.

OBRAS – A revitalização da PR-280 prevê 19 quilômetros de terceiras faixas e pavimentação em concreto em trechos críticos, como o do trevo de Palmas a Horizonte, bastante deteriorado. O uso do concreto vai elevar o custo da obra, que pode chegar a R$ 170 milhões, mas, de acordo com o chefe da Casa Civil, traz a garantia de uma pavimentação duradoura.

“O governo não quer mais fazer remendos, que levam o dinheiro embora e não resolvem o problema. A determinação do governador Ratinho Junior é dar uma solução definitiva para a PR-280”, afirma.

Serão realizadas obras em 27 segmentos da PR-280: em União da Vitória; no trecho entre a BR-153 e Palmas; na região de Pato Branco e Vitorino Braga; e em vários trechos distribuídos ao longo da rodovia até o entroncamento de Marmeleiro. 

PRIMEIRA – A rodovia será a primeira executada pelo Programa de Revitalização da Segurança Viária do DER. Os recursos virão do empréstimo de R$ 1,6 bilhão negociado pelo Estado junto ao Banco do Brasil e Caixa Econômica Federal. O pedido de financiamento já tramitou no Senado, passou pela Secretaria do Tesouro Nacional e está na Comissão de Valores Mobiliários. 

CRÉDITO – Além da PR-280, também estarão na primeira etapa do programa a PR-323 e PR-092. Com a nota que avalia a capacidade de pagamento atribuída ao Estado pelo Tesouro Nacional, a expectativa é que a operação de crédito seja autorizada ainda este mês. E, na sequência, será publicado o edital de licitação da PR-280.

“A análise feita pelo Tesouro mostra que estamos no caminho certo. As medidas tomadas para garantir o equilíbrio fiscal deram condições para que o Estado, apesar da crise, consiga manter em dia seus pagamentos junto à União e outros bancos e possa pleitear empréstimos com juros menores e condições melhores”, acrescenta Silva.

Fonte: Agência de Notícias do Paraná

Quando começamos o Press Periódico para tentar trazer a verdade para o resto do mundo, sabíamos que seria um grande desafio. Mas fomos recompensados pela incrível quantidade de suporte e feedback dos leitores que nos fizeram crescer e melhorar.
Faça parte da missão de espalhar a verdade! Ajude-nos a combater as tentativas de silenciar nossas vozes e torne-se um assinante.

Print Friendly, PDF & Email

Wesley Lima

Colunista associado para o Brasil em Duna Press Jornal e Magazine, reportando os assuntos e informações sobre atualidades culturais, sócio-políticas e econômicas da região.
Botão Voltar ao topo