O diálogo entre pais e filhos adolescentes

O diálogo entre pais e filhos adolescentes

A adolescência não deve ser um momento difícil na relação de pais e filhos.

Quando as gerações entram em choque a comunicação é bloqueada. Essa falta de entendimento afasta pais e filhos e traz grande prejuízo para a relação familiar. Todas as dificuldades são consequências da inflexibilidade de pais e filhos que, dessa forma, não admitem considerar as razões do outro.

A melhor forma de aproximação é a compreensão; uma boa dica é abandonar os conceitos pré-estabelecidos e tomar uma postura atenciosa. Buscar compreender comportamentos que, mesmo não parecendo adequados, não são, necessariamente, uma forma de agressão.

A grande dificuldade é aceitar que os filhos cresceram e que precisam ser ouvidos e considerados, mesmo não concordando com eles. Muitos pais chamam os filhos para o diálogo, mas transformam esse momento de interação em um monólogo enfadonho. Isso provoca maior afastamento e dificulta a aproximação com os filhos.

A importância de saber abordar

Primeiro é preciso organizar os próprios pensamentos, refletindo sobre as razões que o levam a ter uma concepção diferente. Assim que estiver realmente certo de como demonstrar com clareza sua opinião, a próxima estratégia é encontrar o momento oportuno para um clima de entendimento. O interessante é buscar um elo de conexão, começando por um assunto de interesse em comum e então expor suas razões e ouvir também. É importante que essa abordagem seja feita de forma amigável e com muito respeito.

Enfim, sei que para muitos pais e educadores, a adolescência é sinônimo de preocupação. Paixões, rebeldia, crises existenciais e exageros são associados a essa fase. Porém, na verdade a construção do diálogo é o único caminho que poderá salvar o adolescente e futuramente o adulto, de toda essa confusão existencial gerada nesse período complexo da vida.

Uma série muito interessante que aborda esse tema de forma intensa é 13 Reasons Why. Nela encontramos pais alienados e extremantes negligentes, fazendo com que as consequências sejam graves no ambiente escolar de seus filhos. Vale a pena conferir se forem pais. ( série +18)

Imagem em Destaque: VidaClass

Print Friendly, PDF & Email