Acessando nossa essência pura

Acessando nossa essência pura

A santa Torah ilumina um caminho singular e profundo de arrependimento que é perfeitamente positivo e poderosamente eficaz. Acredito que todos já estejam familiarizados com a narrativa das ofertas de Cain e Hevel. O Todo-Poderoso aceitou a oferta generosa de Hevel, mas rejeitou a escassa de Cain.

Logo que Cain percebeu que H’shem não aceitava seu sacrifício, ele ficou irado e deprimido. Mas, o Misericordioso, Bendito Seja, o consolou [Bereshit 4: 7]: “Se você quer melhorar, eleve a si mesmo”.

H’shem, bondosamente revelou a ele que a essência do homem – sua alma sagrada – é infinitamente boa. Portanto, se um homem abraçar sua bondade inerente, H’shem o considera uma nova criação.

Como resultado, seus erros anteriores não estão mais associados a ele. Assim como ele acessa sua bondade pura, H’shem transforma todas as suas más ações em Mitzvot [Preceitos positivos da Torah]!

Portanto, a santidade inerente de nossas almas tem poder suficiente para curar todas as imperfeições e más ações. Isto é, o arrependimento é o processo de superar nossas tendências negativas [as inclinações para o negativo], reconhecendo e abraçando nossa alma sagrada [i. e. nossa essência pura].

Assim, aprendemos daqui que, ao fazermos isso, nós nos santificamos espontaneamente, e H’shem em Sua infinita compaixão transforma todos os nossos erros em Mitzvot.

– Com base nos ensinos do santo Ramak.

Rabino Eliahu Hasky
Fonte Blog Torah Com Você

Print Friendly, PDF & Email