Brasileirão: Atlético/GO, Ceará, Goiás e Atlético/MG vencem

Brasileirão: Atlético/GO, Ceará, Goiás e Atlético/MG vencem
Dragão contou com gol do goleiro Jean para conquistar mais uma vitória no campeonato, se afastando da zona de rebaixamento.
Walmir Cirne/AGIF

Mesmo atuando longe de seus domínios, o Atlético-GO começou a partida criando as melhores oportunidades de gol. Aos 35, o atacante Janderson ia fazendo um golaço. O jogador fez fila, passou pela defesa e até pelo goleiro antes de tocar em direção às redes, mas o zagueiro Juninho, do Bahia, apareceu para cortar quase em cima da linha e evitar o tento do Dragão.

Aos 39, porém, o Rubro-Negro conseguiu inaugurar o placar. O goleiro Jean cobrou falta na entrada da área e acertou a barreira. A bola, porém, voltou para o camisa 1, que completou com uma bomba para o gol: 1 a 0 para os visitantes.

No segundo tempo, o Bahia chegou a balançar as redes aos 20 minutos, mas não valeu. Depois de cobrança de falta, Juninho apareceu livre e estufou as redes do goleiro Jean, mas a arbitragem assinalou impedimento do zagueiro tricolor.

Nos minutos finais, o Tricolor ainda apertou e chegou em duas oportunidades com Marco Antônio. No entanto a defesa rubro-negra conseguiu se segurar bem e manteve o 1 a 0 no marcador, dando a segunda vitória consecutiva do Atlético-GO no campeonato.

Na Arena Castelão, Luiz Otávio e Charles marcaram os gols da vitória do Vozão diante do time carioca.
Pedro Chaves/AGIF

O primeiro tempo na Arena Castelão foi de pouca intensidade entre Ceará e Flamengo. Do lado do Vozão, a melhor chance foi com Charles, aos oito minutos, que soltou uma bomba perto da trave direita de César. Já o Rubro-Negro chegou muito perto em duas oportunidades com Gabriel Barbosa. Primeiro, aos 11, Isla cruzou na cabeça do atacante, que mandou para fora. Logo depois, aos 15, Gabigol tabelou com Everton Ribeiro, invadiu a área, mas também finalizou para fora. Mesmo com mais posse de bola e chegadas ao ataque, o time carioca não conseguir furar a marcação dos donos da casa.

Na volta do intervalo, o Ceará abriu o marcador logo aos quatro minutos. Após cobrança de escanteio, Luiz Otávio subiu entre os dois zagueiros do Fla e cabeceou no cantinho de César para fazer 1 a 0. Embalado, o Vozão aproveitou nova oportunidade na marca dos dez. Após bom cruzamento pela direita, Charles apareceu no meio da defesa rubro-negra para desviar de canhota: 2 a 0. Tentando reverter a desvantagem, o Flamengo buscou o ataque, mas sem ter sucesso no último passe. Aos 14, Gabigol não alcançou o cruzamento rasteiro de Vitinho e desperdiçou a chance. Depois, Diego limpou o jogo no meio do campo e entregou para Vitinho, que avançou e finalizou com perigo, mas Fernando Prass fez a defesa. O jogo seguiu com intensidade das duas equipes, mas sem mais alterações no marcador.

Em Goiânia, Esmeraldino segurou as investidas do time gaúcho e venceu por 1 a 0, pela décima rodada da Série A.
Héber Gomes/AGIF

A partida no Hailé Pinheiro começou com o Goiás perdendo Jefferson logo no primeiro lance de bola rolando. Por falta dura em Marcos Guilherme, o lateral foi expulso com cartão vermelho direto. O Internacional passou a ter mais posse de bola, mas não conseguiu ser efetivo. Nas chegadas com mais perigo, D’Alessandro cobrou falta perto da trave de Tadeu e, depois, Abel Hernández finalizou fraco de dentro da área. Até que, aos 43, o Esmeraldino se aproveitou de falha de Marcelo Lomba para abrir o placar. Daniel Bessa cobrou falta para a área do Colorado, a sobra ficou com Vinícius Lopes, que finalizou de canhota e viu o goleiro encostar nela, mas não conseguir fazer a defesa: 1 a 0.

O Internacional voltou para o segundo tempo pressionando os donos da casa, que contaram com boas atuações de Tadeu. Aos 17 minutos, D’Alessandro cruzou e Pedro Henrique cabeceou com perigo, mas foi parado no goleiro esmeraldino. Depois, a bola tirou tinta da trave após bater em Abel Hernández. Em outra chance, Rodinei tabelou com Leandro Fernández e finalizou dentro da área, vendo Tadeu fazer grande defesa. Segurando as investidas do Colorado, o Goiás ainda viu o goleiro brilhar novamente nos acréscimos. Após cruzamento na pequena área, a bola foi disputada na área, mas o defensor agarrou em cima da linha e segurou a vitória por 1 a 0 do Esmeraldino.

Em partida válida pela décima rodada, Galo marcou com Réver e Savarino, enquanto Alerrandro descontou para os visitantes.
Alessandra Torres/AGIF

O Atlético-MG começou o primeiro tempo levando mais perigo no ataque e inaugurou o marcador aos 28 minutos. Guilherme Arana cobrou escanteio na segunda trave, e o zagueiro Réver apareceu subindo mais do que os adversários e testando para o fundo das redes no Mineirão: 1 a 0 para os donos da casa.

Apesar da vantagem do Galo, a partida continuou aberta, e o Red Bull Bragantino chegou com bastante perigo aos 37 minutos. Em jogada de Claudinho, o atacante cortou e bateu colocado. Mas Everson se esticou todo e fez ótima defesa para manter a vantagem alvinegra no placar.

Depois do intervalo, o Massa Bruta não demorou muito para deixar tudo igual em Belo Horizonte. Artur encontrou Lucas Evangelista, que finalizou no travessão. Na volta, Alerrandro pegou o rebote, livre, e mandou para o gol: 1 a 1.

Quando o empate parecia que persistiria até o apito final, o Atlético pulou na frente mais uma vez. Keno fez a jogada pela esquerda e cruzou. A bola passou por todo mundo e encontrou Savarino, que bateu com força e venceu o goleiro Júlio César, garantindo a vitória do alvinegro mineiro.

Foto: Héber Gomes/AGIF
Fonte: CBF

Assine Prêmio: 
Contar hoje com uma mídia isenta, ética e informativa é a busca de todo leitor. Nosso Jornal e Revista oferecem informações gerais que podem ser lidas por toda a família, em uma abordagem que prima pela ética e respeito. Torne-se um assinante Prêmio e obtenha 25% de desconto aplicando o código (WELIMA).

Print Friendly, PDF & Email