Brasileirão: Fluminense bate o Corinthians e no Sul empate entre tricolores

Brasileirão: Fluminense bate o Corinthians e no Sul empate entre tricolores

Pela décima rodada da Série A, equipe carioca abriu dois gols de vantagem com o meia, enquanto o Timão descontou já nos acréscimos com Mateus Vital: 2 a 1.

Jorge Rodrigues/AGIF

Jogando em casa, o Fluminense controlou as ações diante do Corinthians, que foi dominado desde o início e viu a equipe comandada por Odair Hellmann abrir o placar aos sete minutos. Calegari tabelou com Michel Araújo na linha de fundo e cruzou na área. Nenê tentou o voleio, mas foi cortado. No entanto, mesmo caído no chão, pegou a sobra e chutou no canto de Cássio para fazer 1 a 0. Depois, o Timão até equilibrou um pouco a partida, mas só levou perigo ao gol de Muriel em duas faltas perigosas cobradas por Otero. O Flu, com maior posse de bola, seguiu dominando o jogo e quase ampliou nos acréscimos, quando Danilo Barcelos cabeceou livre para o gol, mas viu Cássio espalmar para fora.

Mesmo com a vantagem no marcador, o Fluminense voltou para o segundo tempo buscando o ataque. Logo no início, Nenê cobrou falta perigosa, mas a bola desviou em Gabriel e saiu. Depois, o Corinthians passou a criar mais e teve boa chance de empatar aos 14, quando Everaldo recebeu passe na entrada da área, cortou para a direita e finalizou para defesa de Muriel. Logo na sequência, o atacante foi acionado por Michel Macedo e chegou a cabecear de peixinho para dentro da rede, mas estava em posição irregular. Depois, o jogo ficou mais equilibrado, sem muitas investidas dos dois lados. E, já nos minutos finais, Luiz Henrique finalizou com perigo, e a bola explodiu em Bruno Méndez, com toque de mão. A arbitragem assinalou o pênalti, cobrado com eficiência por Nenê: 2 a 0. Nos acréscimos, o Corinthians ainda descontou com Mateus Vital, de cabeça.

Osvaldo marcou para os visitantes na etapa inicial, mas Diego Souza conseguiu a igualdade em batida de pênalti.

Pedro Tesch/AGIF

Mesmo atuando fora de casa, o Fortaleza foi quem criou as primeiras oportunidades de gol na etapa inicial. Aos 16, o Tricolor de Aço conseguiu converter a chance em gol. Depois de bate e rebate dentro da área, a bola sobrou com Osvaldo pelo lado esquerdo de ataque. O camisa 11 cruzou fechado, mas a bola acabou passando por todo mundo e morrendo no fundo das redes: 1 a 0 para os visitantes.

A primeira boa chegada do Grêmio aconteceu apenas aos 29 minutos. Diego Souza pressionou e recuperou a bola. O centroavante acionou Alisson, dentro da área, que bateu cara a cara com o goleiro, mas Felipe Alves conseguiu fazer ótima defesa e manteve o Fortaleza em vantagem no Sul do país.

Na volta das conversas nos vestiários, o Imortal foi logo para cima em busca do empate. Na primeira jogada de ataque do segundo, Everton foi derrubado na área, e a penalidade foi assinalada para os donos da casa. Diego Souza foi para a bola e não desperdiçou, deixando tudo igual na Arena.

Já na reta final da partida, aos 40, o Grêmio chegou a balançar as redes novamente. Orejuela aproveitou o rebote após duas boas defesas de Felipe Alves e mandou para o gol. No entanto a arbitragem paralisou o lance e assinalou impedimento do lateral gremista.

Foto: Lucas Mercon/Fluminense
Fonte: CBF

Assine Prêmio: 
Contar hoje com uma mídia isenta, ética e informativa é a busca de todo leitor. Nosso Jornal e Revista oferecem informações gerais que podem ser lidas por toda a família, em uma abordagem que prima pela ética e respeito. Torne-se um assinante Prêmio e obtenha 25% de desconto aplicando o código (WELIMA).

Print Friendly, PDF & Email