Presidente Jair Bolsonaro participou de inauguração do complexo de energia solar inaugurado em Coremas, na Paraíba

Presidente Jair Bolsonaro participou de inauguração do complexo de energia solar inaugurado em Coremas, na Paraíba

Presidente Jair Bolsonaro participou, nesta quinta-feira (17), da inauguração da Usina Fotovoltaica Coremas III, um complexo de energia solar localizado no município de Coremas, na Paraíba. O empreendimento contribui para ampliar a oferta de energia limpa e renovável no País.

O ministro de Minas e Energia, Bento Albuquerque, destacou que uma das diretrizes do Governo Federal é buscar a utilização de fontes limpas de energia e proteção ao meio ambiente. Afirmou também que o Brasil é um exemplo para o mundo em sustentabilidade na geração de energia elétrica.

“As nossas fontes limpas e renováveis representam 85% da geração de energia elétrica brasileira, enquanto a média no mundo é 24%. Isso é motivo de orgulho para todos os brasileiros e nos anima ainda mais a sempre estarmos buscando atender o consumidor com recursos sustentáveis e com baixa emissão de gases de efeito estufa”, disse Bento Albuquerque ao discursar no evento.

O empreendimento de Coremas, que está em sua terceira fase, é do grupo privado Rio Alto Energias Renováveis. De acordo com o Ministério de Minas e Energia, o empreendimento equivale a aproximadamente 1.100 campos de futebol de módulos solares. Atualmente, são 280 mil painéis solares em funcionamento com capacidade para atender 90 mil casas. Quando o complexo estiver concluído, em junho de 2021, serão 700 mil painéis solares com capacidade para atender até 300 mil casas.

Bento Albuquerque destacou o potencial do Nordeste para a produção de energia renovável. “Em se falando de fontes renováveis, a região Nordeste se destaca por sua extraordinária contribuição nas fontes solar e eólica, fontes que representam hoje cerca de 11% da nossa capacidade de geração e serão 25% em 2030”, disse o ministro.

De acordo com o ministro, 56% da previsão da expansão da capacidade de geração de energia elétrica até 2026 se dará no Nordeste, em sua maioria por fonte solar e eólica, o que significará investimentos de R$ 26 bilhões.

Aos presentes, o ministro Bento Albuquerque falou sobre as medidas adotadas pelo governo para impulsionar a adoção e o desenvolvimento de fontes de energias renováveis. Entre elas, a isenção de impostos para a importação para equipamentos de energia solar, o que aumentará a competitividade desse tipo de fonte. Em junho deste ano, foi publicado um decreto que incentiva projetos de infraestrutura ambientalmente sustentável por meio das debêntures verdes. “A medida facilita o financiamento, via mercado de capitais, de empreendimentos eólicos, solares, pequenas centrais hidrelétricas e de biomassa e também contribui para maior competitividade das fontes renováveis e consequente redução dos preços na geração”, explicou.

Eficiência energética

Durante a cerimônia, o Presidente Bolsonaro e autoridades presentes acionaram a lâmpada de número 106.343, simbolizando o Programa de Eficiência Energética. A Paraíba já foi beneficiada com 91 projetos. Juntos, eles resultaram na economia de mais de 130 mil megawhatts de energia elétrica. Entre 2019 e 2020, foram realizados 37 projetos com cerca de R$ 17 milhões em investimentos, gerando uma economia de energia de 9 mil megawhatts.

Fonte Gov.br

Contar hoje com uma mídia isenta, ética e informativa é a busca de todo leitor.

Nosso Jornal e Revista oferecem informações gerais que podem ser lidas por toda a família, em uma abordagem que prima pela ética e respeito.

Torne-se um assinante Prêmio e obtenha 25% de desconto acesse o link abaixo e aplique o código JOMAFE e obtenha o desconto promocional.

Assinatura Leitor Prêmio

Print Friendly, PDF & Email