Sport bate o Fluminense e volta a vencer no Brasileirão

Sport bate o Fluminense e volta a vencer no Brasileirão

Hernane marcou de pênalti e garantiu o triunfo do Leão após duas rodadas sem vitória na Série A

O Sport voltou a triunfar no Brasileirão Assaí. Pela 11ª rodada, o Leão recebeu o Fluminense, na Ilha do Retiro, e conquistou a vitória por 1 a 0. Com o resultado deste domingo (20), a equipe pernambucana chegou aos 14 pontos e pulou para a 10ª posição. Já o Tricolor carioca tem os mesmos 14 pontos e ocupa o nono lugar. 

O jogo

O Sport foi melhor no início do jogo e teve as melhores chances do primeiro tempo. Patric, aos três minutos, apareceu de frente para meta adversária e carimbou o travessão. Na sequência, Leandro Barcia foi derrubado dentro da área. Pênalti para o Leão. Com a bola na marca da cal, Hernane bateu com tranquilidade para abrir o placar na Ilha do Retiro. O time da casa ainda chegou com perigo em outros dois lances. Na marca dos 17, o Fluminense saiu jogando errado, Lucas Mugni ficou com a sobra, mas finalizou para fora. Enquanto Luciano Juba, em cobrança de escanteio, quase surpreendeu o goleiro Muriel, aos 20. Tentando se recuperar na partida, o Tricolor teve o controle da posse de bola, chegando a bater 70%, mas não conseguiu transformar o domínio em oportunidades de gol.

Na etapa complementar, mais uma vez o Rubro-Negro começou assustando. Após levantamento na área, Adryelson cabeceou e Egídio tirou a bola quase em cima da linha, aos três. A resposta do Flu veio em duas finalizações de Wellington Silva. Na primeira, aos cinco, errou o alvo, e na segunda, aos sete, explodiu na marcação. A equipe carioca seguiu insistindo no ataque. Luiz Henrique, aos 22, e Yago, aos 24, viram Luan Polli evitar o gol. Na base do tudo ou nada, o Fluminense montou uma blitz no setor ofensivo. Já aos 39, Fernando Pacheco recebeu na direita e bateu cruzado, Marcos Paulo tentou alcançar no carrinho e por centímetros não conseguiu empurrar para as redes. Dois minutos depois, Calegari foi quem assustou e de novo o goleiro rubro-negro fez grande defesa. A pressão tricolor continuou até os últimos segundos, mas o Sport se fechou bem e segurou o resultado até o apito final.

Foto: Paulo Paiva/AGIF
Fonte: CBF

Hernane marcou de pênalti e garantiu o triunfo do Leão após duas rodadas sem vitória na Série A

O Sport voltou a triunfar no Brasileirão Assaí. Pela 11ª rodada, o Leão recebeu o Fluminense, na Ilha do Retiro, e conquistou a vitória por 1 a 0. Com o resultado deste domingo (20), a equipe pernambucana chegou aos 14 pontos e pulou para a 10ª posição. Já o Tricolor carioca tem os mesmos 14 pontos e ocupa o nono lugar. 

+Confira a tabela do Brasileirão!

O jogo

O Sport foi melhor no início do jogo e teve as melhores chances do primeiro tempo. Patric, aos três minutos, apareceu de frente para meta adversária e carimbou o travessão. Na sequência, Leandro Barcia foi derrubado dentro da área. Pênalti para o Leão. Com a bola na marca da cal, Hernane bateu com tranquilidade para abrir o placar na Ilha do Retiro. O time da casa ainda chegou com perigo em outros dois lances. Na marca dos 17, o Fluminense saiu jogando errado, Lucas Mugni ficou com a sobra, mas finalizou para fora. Enquanto Luciano Juba, em cobrança de escanteio, quase surpreendeu o goleiro Muriel, aos 20. Tentando se recuperar na partida, o Tricolor teve o controle da posse de bola, chegando a bater 70%, mas não conseguiu transformar o domínio em oportunidades de gol.

Na etapa complementar, mais uma vez o Rubro-Negro começou assustando. Após levantamento na área, Adryelson cabeceou e Egídio tirou a bola quase em cima da linha, aos três. A resposta do Flu veio em duas finalizações de Wellington Silva. Na primeira, aos cinco, errou o alvo, e na segunda, aos sete, explodiu na marcação. A equipe carioca seguiu insistindo no ataque. Luiz Henrique, aos 22, e Yago, aos 24, viram Luan Polli evitar o gol. Na base do tudo ou nada, o Fluminense montou uma blitz no setor ofensivo. Já aos 39, Fernando Pacheco recebeu na direita e bateu cruzado, Marcos Paulo tentou alcançar no carrinho e por centímetros não conseguiu empurrar para as redes. Dois minutos depois, Calegari foi quem assustou e de novo o goleiro rubro-negro fez grande defesa. A pressão tricolor continuou até os últimos segundos, mas o Sport se fechou bem e segurou o resultado até o apito final.

Print Friendly, PDF & Email