Fla e São Paulo encaram adversários equatorianos pela Libertadores

Fla e São Paulo encaram adversários equatorianos pela Libertadores
Taça Libertadores CONMEBOL

Time carioca confirma que Juan e Tannure também contraíram covid-19.

Dentro e fora de campo, o Flamengo vem acumulando desfalques para enfrentar entra em campo hoje (23), pela quarta rodada da Fase de Grupos da Copa Libertadores. O Rubro-Negro carioca terá pela frente o lanterna do Grupo 1, o Barcelona de Guayaquil, na cidade de Guyaquil, no Equador, às 19h15 (horário de Brasília). Após anunciar nas últimas 48 horas que sete jogadores testarem positivo para o novo coronavírus (covid-19), o clube confirmou na manhã desta terça-feira (22), por meio de Twitter, que o médico Márcio Tannure e o ex-zagueiro Juan, atualmente integrante da comissão técnica, também foram diagnosticados com a doença. A dupla apresentou sintomas, que não foram especificados no comunicado oficial. Assim como os demais atletas infectados – o clube não revelou oficialmente os nomes dos jogadores contaminados –  eles terão de cumprir quarentena de 14 dias.

Além dos atletas infectados,  o Flamengo também sofre com a ausência de mais quatro jogadores. Os atacantes Gabriel Barbosa e Pedro Rocha estão se recuperando de lesão na coxa; e o goleiro Diego Alves segue em tratamento de lesão no ombro. E, por fim, engrossando a relação de ausentes, o zagueiro Gustavo Henrique recebeu cartão vermelho na goleada por 5 a 0 contra o Independiente Del Valle e terá de cumprir suspensão.

Para reforçar o banco de reservas, quatro jogadores que não haviam sido relacionados para o jogo foram convocados de última hora, e deixaram ontem (22) o do Rio de Janeiro em vôo fretado com destino a Guayaquil (Equador).  O quarteto conta com três atletas revelados nas categorias de base rubro-negra: o zagueiro Natan e os atacantes Guilherme Bala e Rodrigo Muniz. Todos com 19 anos de idade. Além deles, o lateral-direito João Lucas, recuperado de lesão na coxa esquerda, ficará a disposição do técnico Domènec Torrent. Eles vão se juntar aos 16 jogadores com condição de jogo, dos 25 que foram para o Equador. Em suma, o treinador catalão terá 20 opções para escalar o time titular.

Na vice-liderança do Grupo 1, com seis pontos, o Flamengo terá pela frente o lanterna Barcelona-EQU que sequer pontuou. Mas a pressão é gigante sobre o time carioca: foram duas derrotas nos dois últimos jogos, sendo que uma delas foi de goleada de 5 a 0, na última quinta (17), para o equatoriano Del Valle. Pelo Campeonato Brasileiro, os cariocas perderam fora de casa para o Ceará por 2 a 0, no último dia 13.

LDU x São Paulo

Outro brasileiro a entrar campo nesta noite é o São Paulo. Os tricolores vão encarar a LDU, às 21h30, no Estádio Casa Blanca, na altitude da capital Quito (Equador), que fica a 2.850 metros acima do nível do mar. O time paulista ocupa a terceira posição do grupo D, com quatro pontos conquistados. Já os adversários desta noite somam seis e lideram o grupo.

A equipe comandada pelo técnico Fernando Diniz empatou na última rodada contra os argentinos do River Plate, no Morumbi, por 2 a 2, partida que marcou o retorno do clube à competição,  após paralisação iniciada em março, em razão da pandemia do novo coronavírus (covid-19), No Campeonato Brasileiro, o Tricolor paulista vem de três jogos de invencibilidade: dois empates e uma vitória.

Já os equatorianos voltaram com aproveitamento positivo após o término da suspensão do futebol no país No campeonato nacional, a LDU é vice-líder, com 28 pontos, a mesma pontuação do líder Independiente Del Valle. Em dez partidas disputadas foram sete vitórias, dois empates e uma derrota. 

Foto: Divulgação/Conmebol
Fonte: Agência Brasil

Assine Prêmio: 
Contar hoje com uma mídia isenta, ética e informativa é a busca de todo leitor. Nosso Jornal e Revista oferecem informações gerais que podem ser lidas por toda a família, em uma abordagem que prima pela ética e respeito. Torne-se um assinante Prêmio e obtenha 25% de desconto aplicando o código (WELIMA).

Print Friendly, PDF & Email