Bottas quer obter vantagem sobre Hamilton na pista de Sochi, onde conquistou a primeira vitória na F1

Quatro vezes nas últimas cinco corridas, Lewis Hamilton e Valtteri Bottas ficaram separados por menos de 0,070s na qualificação – mas apenas uma vez com Bottas à frente de seu companheiro de equipe. E o finlandês disse que busca estar do lado certo dessa luta neste final de semana, na pista de Sochi, onde conquistou sua primeira vitória em 2017.

A última pole position de Bottas veio no Grande Prêmio de 70 anos em Silverstone, onde ele liderou Hamilton por apenas 0,063s – enquanto sua única vitória de 2020 foi marcada na corrida de abertura da temporada na Áustria. Mas com Hamilton tendo estado um pouco à frente na qualificação para os últimos Grandes Prêmios, Bottas espera que as coisas “cliquem” na pista do Grande Prêmio da Rússia, onde ele e Hamilton têm uma pole cada um com seus nomes.

“Tem sido muito próximo, em termos de ritmo, entre mim e Lewis”, disse Bottas. “É simplesmente conseguir que tudo clique nas sessões onde realmente importa. Estou pressionando muito e tentando chegar na boa direção – mas obviamente Lewis teve a vantagem, mas obviamente por uma pequena margem”.

“Chegou a hora de as coisas eventualmente se encaixarem e eu pegarei essa chance e vencerei novamente. Eu acredito nisso, então vou continuar fazendo o que estou fazendo agora e tentar ser melhor do que duas semanas atrás”.

Bottas marcou sua primeira vitória em Sochi em 2017

“É uma corrida com memórias definitivamente boas”, acrescentou Bottas, que apenas uma vez terminou fora dos quatro primeiros em Sochi e que seria duas vezes vencedor do Grande Prêmio da Rússia, caso as ordens da equipe não tivessem custado a vitória aqui em 2018.

“A primeira [vitória] é sempre muito especial, e você nunca se esquece disso, e sempre boas lembranças daqui – na verdade, desde o início, quando começamos a correr aqui [em 2014], normalmente tem sido uma corrida muito forte para mim , mesmo com a Williams. É uma boa pista”.

Hamilton, por sua vez, venceu quatro vezes em Sochi – enquanto uma quinta vitória neste fim de semana faria com que ele igualasse o recorde de vitórias de Michael Schumacher, com 91 vitórias na Fórmula 1. Mas Bottas disse que seu objetivo é atrasar as comemorações de seu companheiro de equipe por tanto tempo que possível.

“Obviamente, é de grandes números que estamos falando”, disse Bottas sobre o recorde iminente de Hamilton. “É claro que, como uma criança, assistir Michael e todos os grandes heróis do esporte – é um grande número. Mas obviamente vou tentar fazer com que isso não aconteça neste fim de semana. Estou aqui para vencer”.

Fonte: Fórmula 1

Assine Prêmio: 
Contar hoje com uma mídia isenta, ética e informativa é a busca de todo leitor. Nosso Jornal e Revista oferecem informações gerais que podem ser lidas por toda a família, em uma abordagem que prima pela ética e respeito. Torne-se um assinante Prêmio e obtenha 25% de desconto aplicando o código (WELIMA).

Sair da versão mobile