Bottas vence o GP da Rússia

Bottas vence o GP da Rússia

Valtteri Bottas, da Mercedes, marcou sua segunda vitória de 2020 no Grande Prêmio da Rússia, se beneficiando de uma penalidade para seu companheiro de equipe Lewis Hamilton que deixou o seis vezes campeão em terceiro na bandeira, enquanto Max Verstappen conquistou o primeiro pódio da Red Bull em Sochi em P2.

Hamilton começou a corrida com o pé atrás, depois que um par de infrações de largada de treino em suas voltas ao grid o levou a receber uma penalidade de 10s no meio da corrida, o deixando fora da disputa pela vitória, quando ele voltou para casa no P3.

Bottas, por sua vez, havia ultrapassado Verstappen em segundo no início da corrida, antes de se beneficiar de uma grande penalidade de Hamilton para desfrutar de uma corrida tranquila até a bandeira quadriculada pela nona vitória de sua carreira, no local onde marcou sua primeira em 2017. Seria também um importante reforço de confiança para Bottas, com a vitória anterior do finlandês ocorrendo na abertura da temporada do Grande Prêmio da Áustria, em julho.

Atrás das posições do pódio, uma corrida tranquila, mas eficaz para Sergio Perez, da Racing Point, o levou para casa em quarto lugar, enquanto, apesar de ter uma penalidade de cinco segundos pairando sobre ele por não passar pelos cabeços de amarração da Curva 3 depois de sair da pista, Daniel Ricciardo da Renault teve ritmo suficiente para manter P5 na bandeira, à frente da Ferrari de Charles Leclerc em sexto.

Esteban Ocon ultrapassou seu companheiro de equipe Renault na largada para P4, mas acabou caindo para o sétimo lugar em que começou a corrida com a bandeira quadriculada, à frente do herói da casa Daniil Kvyat. Completando o top 10, uma parada tardia do segundo AlphaTauri de Pierre Gasly permitiu-lhe chegar ao P9, o francês ultrapassando o Red Bull de Alex Albon, que voltou para casa no P10, tendo largado no P15 depois de receber uma penalidade de cinco posições por mudando sua caixa de câmbio.

Enquanto isso, um início de corrida caótico viu Carlos Sainz bater na parede ao tentar voltar à pista na Curva 3, o espanhol rasgando a curva dianteira direita de seu carro – enquanto Lance Stroll foi tocado por Charles Leclerc na Curva 4 e girou na parede, trazendo um carro de segurança antecipado.

Fonte: Fórmula 1

Assine Prêmio: 
Contar hoje com uma mídia isenta, ética e informativa é a busca de todo leitor. Nosso Jornal e Revista oferecem informações gerais que podem ser lidas por toda a família, em uma abordagem que prima pela ética e respeito. Torne-se um assinante Prêmio e obtenha 25% de desconto aplicando o código (WELIMA).

Print Friendly, PDF & Email