Calendário do Tênis de Mesa passará a ter datas preservadas para torneios continentais e regionais

Calendário do Tênis de Mesa passará a ter datas preservadas para torneios continentais e regionais

Proposta da confederação brasileira da modalidade evita competições simultâneas ao calendário de ligas e ajuda a facilitar a liberação de atletas por seus clubes.

A Federação Internacional de Tênis de Mesa (ITTF) aprovou, nesta segunda-feira (28.09), em reunião virtual, uma proposta apresentada pela Confederação Brasileira de Tênis de Mesa (CBTM) para proteção dos atletas. Com 88 votos favoráveis (80,73%) e 21 contrários (19,27%), serão criadas janelas dentro do calendário internacional para torneios continentais e regionais, períodos em que os atletas poderão ser liberados sem qualquer tipo de sanção dos clubes. Na votação, 31 associações se abstiveram.

Este é um problema comum aos mesatenistas que atuam fora do país. Alguns já foram punidos inclusive com a dispensa de clubes na Europa, pois as datas dos jogos de suas equipes coincidiam com torneios importantes, como Campeonatos Pan-Americanos, por exemplo.

De acordo com a proposta, serão criadas janelas para a realização dos torneios continentais e regionais em todo o mundo, e os atletas teriam garantia de preservação nesses períodos. Os clubes, por sua vez, não teriam compromissos nessas datas e não sofreriam com perda de seus elencos em suas ligas.

A proposta foi inspirada no que acontece há quase 20 anos no futebol. Com a criação das “datas FIFA”, os jogos de Eliminatórias da Copa do Mundo e torneios continentais passaram a ter janelas específicas, possibilitando a liberação dos craques dos grandes clubes para essas competições. Da mesma forma, as principais Ligas do mundo passaram a formatar seus calendários evitando estas janelas.

“Os atletas ficam protegidos, sem a preocupação de se apresentarem às seleções e serem punidos. As entidades continentais podem se programar para realizarem as competições com qualidade e todos os principais craques, enquanto os clubes, que investem nos atletas, também serão preservados. A ITTF e as associações foram sensíveis ao pleito”, disse o presidente da CBTM, Alaor Azevedo.

Foto: Abelardo Mendes Jr./rededoesporte.gov.br
Fonte: Confederação Brasileira de Tênis de Mesa

Assine Prêmio: 
Contar hoje com uma mídia isenta, ética e informativa é a busca de todo leitor. Nosso Jornal e Revista oferecem informações gerais que podem ser lidas por toda a família, em uma abordagem que prima pela ética e respeito. Torne-se um assinante Prêmio e obtenha 25% de desconto aplicando o código (WELIMA).

Print Friendly, PDF & Email