Estado divulga relato de sobreviventes da covid-19 em Minas

Estado divulga relato de sobreviventes da covid-19 em Minas

Moradores de cidades mineiras compartilham suas histórias na luta contra a doença no projeto da #sobrevivemosmg, da Secretaria de Saúde.

Na guerra invisível contra o coronavírus, os sobreviventes têm muito a contar. Sintomas, medos, angústia, assistência, fé e gratidão por ter sobrevivido à covid-19 estão nas histórias de cada pessoa que se recuperou da doença.  De Norte a Sul, Leste a Oeste de Minas Gerais, há guerreiros dispostos a compartilhar sua vivência e contribuir para o combate ao vírus no estado.

Para somar forças nessa guerra que ainda não acabou, o Governo de Minas convidou esses sobreviventes para contar suas experiências. Desse trabalho, que demandou dois meses de apuração, em meio a relatos e escutas com auxílio das macrorregionais estaduais e assessorias de unidades de Saúde da capital e interior, nasceu o projeto #Sobrevivemosmg: um hotsite da Secretaria de Estado de Saúde (SES-MG) com relatos emocionantes de pessoas que sobreviveram à doença.

“As histórias por trás dos números nos ajudam a enfrentar essa guerra invisível com esperança e atentos aos cuidados que devem continuar, ainda que os indicadores apontem para a possibilidade de queda na transmissão do vírus em Minas”, comenta o secretário de Estado de Saúde, Carlos Eduardo Amaral, para quem o projeto é visto como mais uma importante ferramenta de comunicação no enfrentamento da covid-19 em Minas.

Nas redes sociais

A plataforma, lançada nesta terça-feira (29/9) e divulgada nas redes sociais da SES e do governo, conta com textos e vídeos feitos pelos próprios sobreviventes, além de entrevistas de especialistas sobre as sequelas que o coronavírus pode causar. O objetivo é que, a cada semana, dois relatos em vídeo de sobreviventes da covid-19 sejam divulgados nas redes sociais e na página do projeto.

As histórias são compartilhadas com os mineiros no momento em que Minas Gerais já soma mais de 200 mil recuperados da enfermidade e indicadores apontam para possibilidade de queda na transmissão da doença.  Com sintomas leves ou graves, os entrevistados relembram os dias de angústia, os medos, a fé e a assistência que receberam nas unidades de terapia do Sistema Único de Saúde (SUS-MG) e na rede privada, o carinho de enfermeiros, de técnicos de Enfermagem e de médicos.

São pessoas que receberam alta sob aplausos de profissionais da Saúde ou que em casa conseguiram resistir à doença. Alguns ficaram com sequelas, emocional ou física, mas agradecem a todo momento por estarem vivos para poder contar essa história e se juntar ao Governo de Minas na luta contra o vírus.

Para participar

Para aumentar essa rede, o projeto #Sobrevivemosmg convida interessados em compartilhar sua história a mandar, pelo e-mail jornalismo@saude.mg.gov.br, relatos em vídeos para serem divulgados no hotsite e redes sociais da SES-MG.

Orientações

– Grave o vídeo com o seu relato com o celular na horizontal (deitado);

– A distância entre o celular e a pessoa filmada deverá ser de um braço esticado;

– A imagem deve ser gravada da cintura para cima;

– Procure lugares silenciosos para uma melhor qualidade do áudio;

– Antes de gravar, desligue a internet do celular ou coloque no modo não perturbe para que mensagens não interrompam a filmagem;

– Procure lugares iluminados, mas fique atento para o posicionamento correto da câmera: a luz deve estar de frente para a pessoa filmada;

– Seja objetivo em seu relato. O vídeo não pode ultrapassar 3 minutos de duração;

– O vídeo poderá ser enviado por e-mail. Qualquer dúvida, ligue para:(31) 3916-0617 ou 3916-0616.

Fonte: Agência Minas

Assine Prêmio: 
Contar hoje com uma mídia isenta, ética e informativa é a busca de todo leitor. Nosso Jornal e Revista oferecem informações gerais que podem ser lidas por toda a família, em uma abordagem que prima pela ética e respeito. Torne-se um assinante Prêmio e obtenha 25% de desconto aplicando o código (WELIMA).

Print Friendly, PDF & Email