Turismo tem quase R$ 50 milhões em crédito da Goiás Fomento

Turismo tem quase R$ 50 milhões em crédito da Goiás Fomento

Recursos podem ser contratados por empreendedores do setor de todo o Estado com “taxas de juros mais baixas do mercado”, segundo o presidente da agência de fomento, Rivael Aguiar.

O Governo de Goiás, por meio da GoiásFomento, tem disponível para o setor de turismo montante de quase R$ 50 milhões. Os recursos estão distribuídos em quatro linhas de crédito destinadas ao apoio desse segmento, que foi duramente afetado pela pandemia da Covid-19, e começa a dar os primeiros sinais de retomada.

De acordo com o presidente da GoiásFomento, Rivael Aguiar, os quase R$ 50 milhões estão disponíveis para serem destinados a empreendedores do setor de turismo instalados em todas as cidades goianas.

São bares, restaurantes, pousadas, hotéis, agências de viagem e promotoras de eventos, entre outras empresas. Todos esses segmentos podem ter acesso às linhas de crédito ofertadas a taxas de juros subsidiadas. “São os juros mais baixos do mercado”, destaca Rivael.

Esses não são os primeiros recursos da agência destinados ao setor neste ano. No período de janeiro a agosto, a GoiásFomento liberou um total de R$ 51,205 milhões em financiamentos para empresas de micro, pequeno e médio portes, além de microempresários individuais (MEI), de diversos segmentos produtivos, alcançando 1.109 contratos firmados.

Desse montante, R$ 10,453 milhões, o equivalente a 20,41%, foram destinados aos empreendedores do setor de turismo, via 147 contratos.

Capital de giro puro

Dos cerca de R$ 50 milhões atualmente disponíveis, Rivael informa que a linha de crédito para capital de giro puro destinado às empresas do setor de turismo opera com juro de 5% ao ano mais o Índice Nacional de Preços ao Consumidor  (INPC), 60 meses para pagar e 12 meses de carência.

Existem ainda financiamentos para investimentos e aquisição de equipamentos. Para investimento em obras civis, o prazo de pagamento pode chegar a até 20 anos, com cinco anos de carência.

Rivael acrescenta que os financiamentos oferecidos pela GoiásFomento atendem a uma determinação do governador Ronaldo Caiado, no sentido de facilitar o acesso ao crédito por parte das micro e pequenas empresas.

“Atendendo a essa determinação, a agência tem buscado recursos junto ao Ministério do Turismo para oferecer crédito a esse setor tão importante da economia goiana, que é o do turismo”, destaca Rivael Aguiar.

Retomada

O empresário Orlando Caetano, proprietário da loja Avive Brasil Pedras e Cristais,  no Aeroporto Santa Genoveva, em Goiânia, foi um dos empreendedores que recorreu à GoiásFomento para reabrir a loja, após a flexibilização das regras de funcionamento das atividades produtivas. A loja comercializa pedras e cristais, joias e semijoias, presentes e souvenirs de Goiás, como cachaças.

Orlando é de Cristalina, mas mora em Goiânia há 30 anos. Foi dono de banca em feiras e também teve lojas em shoppings da capital. Há 20 anos inaugurou sua empresa no aeroporto, que conta com três funcionários.

Cliente da GoiásFomento desde 2002, quando contraiu o primeiro empréstimo, não hesitou em buscar novamente o apoio da instituição financeira para poder superar o momento difícil para seu negócio, em razão da pandemia da Covid-19.

A loja de Orlando ficou fechada durante quatro meses. Para manter a empresa buscou financiamento no valor de R$ 70 mil, liberado pela agência de fomento. O crédito contratado será pago em 36 meses. “Usei parte do dinheiro para pagar aluguel e condomínio da loja, assim como férias e salários das funcionárias”, conta.

O empresário informa que também utilizou o recurso para comprar um aparelho celular destinado ao atendimento da loja. Além disso, pagou uma consultoria, em parceria com o Sebrae, sobre negócios por meio das mídias digitais (Instagram e Facebook).

Ele acrescenta que já tinha obtido dinheiro emprestado com a esposa e a mãe, por isso o crédito da GoiásFomento veio na hora certa. “Esse financiamento foi fundamental para continuarmos abertos”, afirma Orlando.

Atendimento

Segundo o presidente da GoiásFomento, Rivael Aguiar, neste momento, quando se inicia a retomada da economia, os empresários do setor do turismo vão precisar de crédito acessível para restabelecer suas atividades e, assim, poder gerar emprego e renda para Goiás. A recomendação de Rival é que os empreendedores do ramo turístico verifiquem as opções de financiamento da Agência de Fomento de Goiás.

O atendimento aos clientes da GoiásFomento é realizado pelo telefone (62) 3216-4900, no horário das 9h às 17h, de segunda a sexta-feira, ou pelo e-mail: atendimento@goiasfomento.com. Mais informações podem ser consultadas no site http://www.goiasfomento.com.

Foto: Rodrigo Cabral
Fonte: Governo de Goiás

Assine Prêmio: 
Contar hoje com uma mídia isenta, ética e informativa é a busca de todo leitor. Nosso Jornal e Revista oferecem informações gerais que podem ser lidas por toda a família, em uma abordagem que prima pela ética e respeito. Torne-se um assinante Prêmio e obtenha 25% de desconto aplicando o código (WELIMA).

Print Friendly, PDF & Email