Paraná: Aeroporto de Foz recebe árvores nativas para compensação ambiental

Paraná: Aeroporto de Foz recebe árvores nativas para compensação ambiental

Acordo entre a Infraero e o Instituto Água e Terra já resultou no plantio de 10 mil mudas e outras 16 mil estão previstas. Compensação é pela obra de ampliação da pista de pouso e decolagem.

O Aeroporto Internacional de Foz do Iguaçu, que está em obras para ampliação da pista de pouso e decolagem, recebeu o plantio de 10 mil mudas de espécies nativas, em uma área de seis hectares, equivalente a pouco mais de oito campos de futebol. O plantio foi feito pela Infraero,  em parceria com a Itaipu Binacional, para compensação ambiental pela obra.

A Infraero é uma das empresas que investem no Paraná com acordos de compensação ambiental por meio do plantio de árvores nativas. O acordo é feito com o Instituto Água e Terra (IAT), órgão vinculado à Secretaria do Desenvolvimento Sustentável e do Turismo e responsável pelo licenciamento de obras.

O secretário do Desenvolvimento Sustentável e do Turismo, Márcio Nunes, lembra que o Instituto Água e Terra possui 19 viveiros que produzem e distribuem gratuitamente mudas de mais de 100 espécies nativas. Entre elas estão araucária, jabuticaba, canela, peroba, imbuia e erva-mate, que formam parte da vegetação existente no Estado. 

“Isso faz parte de um grande programa estadual, o Paraná Mais Verde. Sementes são coletadas nas florestas e levadas até os viveiros, onde é feita a reprodução das espécies para serem distribuídas à população”, explica Nunes.

PLANTIO – A obra no Aeroporto Internacional de Foz do Iguaçu já têm 55% dos trabalhos concluídos. “O Dia da Árvore deu início às ações de compensação ambiental, que vêm ao encontro da política ambiental da empresa”, informa Fued Abrão, superintendente de Meio Ambiente da Infraero. “Todo o processo de licenciamento ambiental da obra teve acompanhamento do IAT, que nos deu o conhecimento técnico do plantio correto e mudas saudáveis. Elas irão se desenvolver e oferecer ganhos como a retenção de carbono, por exemplo”, completa

Foram plantadas mudas de 15 espécies oriundas do Viveiro de Cascavel. Entre elas estão Ipê, Araçá, Cedro e outras espécies de ocorrência local. “As espécies foram escolhidas de acordo com o clima da região. Não adianta apenas plantar. É preciso plantar com a garantia de que as árvores vão sobreviver e, consequentemente, promover a compensação ambiental”, explica o Chefe do Escritório Regional do IAT em Foz do Iguaçu, Carlos Antonio Pittom.

Árvores frutíferas, por exemplo, não são viáveis no local por ficar ao lado da pista de pouso e decolagem. “Árvores frutíferas atraem aves e pequenos animais e isso pode ser perigoso”, disse Pittom.

COMPENSAÇÃO – Está previsto, ainda, o plantio de outras 16 mil mudas em 12 hectares. Essa ação se somará a outros trabalhos já desenvolvidos pela Infraero, como monitoramento da qualidade da água, do ar e ruído produzido pela obra, bem como manejo de flora e fauna e educação ambiental.

A ampliação da pista do aeroporto de Foz proporcionará mais voos para o município, concorrendo com destinos do mundo inteiro, e é parte do projeto de transformar o Paraná no hub de distribuição da América do Sul. As obras foram iniciadas em fevereiro e a expectativa é de conclusão no primeiro semestre de 2021. O investimento bancado pela Itaipu Binacional é parte de um aporte de R$ 1 bilhão em obras de infraestrutura na região Oeste. 

Também está em andamento a expansão do pátio de aeronaves, já com 56% de execução. A melhoria vai garantir mais quatro posições de estacionamento de aeronaves comerciais, aumentando a capacidade em 57%. O planejamento é que essa obra seja finalizada neste semestre.

MAIS MELHORIAS – Outras melhorias são a duplicação da via de acesso ao aeroporto e a implantação de ciclovia, que estão com 80% de execução. As obras vão aprimorar a fluidez nas chegadas e saídas de veículos no terminal fronteiriço e garantir segurança aos ciclistas. Esses trabalhos devem ser finalizados neste semestre.

Fonte: Agência de Notícias do Paraná

Assine Prêmio: 
Contar hoje com uma mídia isenta, ética e informativa é a busca de todo leitor. Nosso Jornal e Revista oferecem informações gerais que podem ser lidas por toda a família, em uma abordagem que prima pela ética e respeito. Torne-se um assinante Prêmio e obtenha 25% de desconto aplicando o código (WELIMA).

Print Friendly, PDF & Email