Brasileirão: São Paulo vence o Atlético/GO e o Fluminense triunfa sobre o Goiás

Brasileirão: São Paulo vence o Atlético/GO e o Fluminense triunfa sobre o Goiás

No Morumbi, Tricolor marcou com Brenner (duas vezes) e Gabriel Sara e agora aparece na terceira posição da tabela da Série A.

Bruno Ulivieri/AGIF

O jogo

Na etapa inicial da partida no Morumbi, o São Paulo dominou as ações e criou as melhores chances de gol. No entanto, quem assustou primeiro foi o Atlético-GO. Aos dois minutos, Zé Roberto arriscou de fora de área e mandou a bola por cima do gol. Depois, aos nove, a defesa do Dragão saiu mal, Luan fez o desarme e a bola sobrou com Vitor Bueno, que acabou parado em defesa de Kozlinsk. Livre, Gabriel Sara pegou o rebote, mas acabou chutando para fora do gol e desperdiçando ótima oportunidade. O Tricolor seguiu mais ofensivo e chegou perto de marcar com Brenner e Igor Gomes. Os visitantes também voltaram a levar perigo em duas ocasiões. Uma em cabeçada de Gilvan, defendida por Tiago Volpi, e outra em chute forte de Marlon Freitas.

Criando mais chances, o São Paulo acabou chegando ao gol nos acréscimos do primeiro tempo. Aos 46, Gabriel Sara cruzou da direita, a zaga adversária desviou e o goleiro Kozlinsk deu rebote. Oportunista, Brenner não deixou a chance passar e colocou o time da casa em vantagem: 1 a 0.

Na volta do intervalo, o Atlético-GO voltou a assustar logo no início, quando Marlon cabeceou na área, a bola desviou em Brenner e quase enganou Volpi. No entanto, o ritmo ofensivo da equipe Tricolor seguiu na etapa complementar. E, aos 19, Gabriel Sara carregou a bola na intermediária, ajeitou para a canhota e mandou uma bomba para ampliar a vantagem. O Dragão respondeu em chute forte de Chico, que obrigou Volpi a sair do gol para fazer boa defesa. Aos 25, Gabriel Sara recebeu de Tchê Tchê, invadiu a área e cruzou rasteiro para Brenner só completar e dar números finais à partida: 3 a 0. Depois, o jovem atacante ainda levou perigo ao gol adversário, mas o placar não foi mais alterado até o apito final.

Em jogo de seis gols, com direito a Lei do Ex, Yago, Fred, Nenê e Digão marcaram para o Flu, enquanto Rafael Moura, duas vezes, fez para o time da casa.

Heber Gomes/AGIF

O jogo

Goiás e Fluminense fizeram um primeiro tempo equilibrado no Hailé Pinheiro. Mesmo jogando fora de casa, os cariocas assustaram primeiro em cruzamento rasteiro de Fred, que por pouco Yago não completou. A resposta esmeraldina venho em jogada parecida com Ignacio Jara, aos oito. O duelo era lá e cá. Jefferson, aos 12, tentou para os mandantes, enquanto Fred quase marcou para o Tricolor, no minuto seguinte. Na sequência, o Verdão montou uma blitz no ataque. Aos 17, Breno e Edilson pararam em Muriel. Mas Rafael Moura não perdoou. Vinícius Lopes apareceu na esquerda e tocou para o meio da área, o atacante bateu no cantinho e fez valer a Lei do Ex. Querendo o empate, foi a vez do Flu pressionar. Digão, aos 40, cabeceou com perigo e viu Tadeu evitar o gol. E se teve Lei do Ex de um lado também teve do outro. Aos 41, Fernando Pacheco colocou a bola na área, Hudson ajeitou e Yago bateu colocado no ângulo da meta adversária: 1 a 1. 

Como acabou o primeiro tempo, começou o segundo: com o Fluminense no ataque. E aos seis minutos, Fred virou o jogo. Caio Paulista cruzou na medida para o camisa 9, que se antecipou à marcação e testou bonito para o fundo das redes. Do outro lado, o Goiás chegou com Fábio Sanches e Rafael Moura. O primeiro errou o alvo e o segundo parou em um milagre de Muriel. Até que, aos 21, Rafael Moura teve nova chance e, dessa vez de pênalti, deixou tudo igual em Goiânia. Mas a alegria do time da casa durou pouco. Aos 24, Hudson fez o desarme e tocou para Nenê, o camisa 77 mandou a chapada fatal para recolocar o Flu na frente. Já na marca dos 30, Digão, após cobrança de falta, anotou mais um para os visitantes: 4 a 2. Com boa vantagem no placar, o Tricolor segurou o resultado até o apito final.

Foto: Bruno Ulivieri/AGIF
Fonte: CBF

Assine Prêmio: 
Contar hoje com uma mídia isenta, ética e informativa é a busca de todo leitor. Nosso Jornal e Revista oferecem informações gerais que podem ser lidas por toda a família, em uma abordagem que prima pela ética e respeito. Torne-se um assinante Prêmio e obtenha 25% de desconto aplicando o código (WELIMA).

Print Friendly, PDF & Email