Bottas admite que “precisa de um milagre” na batalha pelo título

Bottas admite que “precisa de um milagre” na batalha pelo título

Valtteri Bottas desembarcou na Alemanha com ímpeto após uma vitória impressionante na Rússia, mas ele não conseguiu repetir o truque na Alemanha depois que um suspeito problema no MGU-H forçou um abandono e o deixou “precisando de um milagre” na batalha pelo título com o companheiro de equipe da Mercedes, Lewis Hamilton.

O finlandês Bottas obstinadamente segurou um ataque vigoroso de Hamilton no início para manter a liderança, mas um travamento na Curva 1 na volta 13 o viu correr ao lado – e Hamilton aproveitou a vantagem. Ele caiu para terceiro depois que Max Verstappen conseguiu um pit stop livre por causa do Virtual Safety Car e então perdeu força antes de se retirar na volta 19.

A falta de pontuação de Bottas na Alemanha o deixa 69 pontos atrás de Hamilton – quase três vitórias – faltando apenas seis rodadas para o fim do campeonato de 2020.

“É decepcionante, claro, apenas muito, muito decepcionante, mas é uma dessas coisas que você não pode fazer a respeito”, disse Bottas. “Obviamente, eu também tinha a travada antes disso, mas, ainda assim, tinha todas as chances de ganhar, porque isso me fez entrar em duas paradas bem cedo e acho que duas paradas, no final, foi a melhor estratégia”.

“Eu sabia que ainda havia muito por que jogar, mesmo depois daquela travada na garoa, mas aí veio a coisa do motor e eu não pude acreditar”.

“Eu entendo que a diferença para Lewis agora é muito grande nos pontos, então eu definitivamente precisaria de um milagre, mas, como sempre, não há razão para desistir, eu tenho que manter a vontade alta para mim e continuar tentando”.

Apesar da lacuna, Bottas ainda se recusa a admitir a derrota e planeia levá-la corrida a corrida a partir de agora, começando com o Grande Prémio de Portugal dentro de duas semanas.

“Eu acho que é a melhor mentalidade, não há nenhum ponto agora para calcular continuamente os pontos para Lewis porque é uma grande lacuna”, disse ele. “Eu só tenho que definir a meta para cada fim de semana e depois fazer tudo o que posso para isso”.

“A mentalidade para mim é nunca desistir [e isso é] ainda está comigo, então, nenhuma chance de sair disso. Obviamente, em alguns meses estaremos muito mais sábios sobre como a temporada vai acabar”.

Fonte: Fórmula 1

Assine Prêmio: 
Contar hoje com uma mídia isenta, ética e informativa é a busca de todo leitor. Nosso Jornal e Revista oferecem informações gerais que podem ser lidas por toda a família, em uma abordagem que prima pela ética e respeito. Torne-se um assinante Prêmio e obtenha 25% de desconto aplicando o código (WELIMA).

Print Friendly, PDF & Email