Futuros investimentos federais no Acre são debatidos por governador e equipe de governo

Futuros investimentos federais no Acre são debatidos por governador e equipe de governo

O governador Gladson Cameli se reuniu com membros de sua equipe nesta sexta-feira, 9, para discutir os desdobramentos das demandas apresentadas pelo gestor acreano ao governo federal durante extensa agenda em Brasília (DF), nesta semana.

Com a sinalização positiva em grande parte das solicitações, o governador cobrou agilidade para que o Acre seja contemplado com uma série de investimentos da União. Uma delas diz respeito à ampliação dos recursos financeiros necessários para a construção de uma nova maternidade em Rio Branco. Cameli recebeu a garantia do próprio presidente da República, Jair Bolsonaro, de que o governo federal fará o possível para que o Estado receba mais R$ 25 milhões para que a obra seja executada.

Outro importante aceno dado por Bolsonaro ao governador foi a construção do viaduto da Corrente. Por estar localizado na interseção das rodovias BR-364 e AC-40, Gladson solicitou contrapartida da União para que o elevado se torne realidade e ajude a melhorar o trânsito em um dos pontos mais movimentadas da capital. A coordenação deste projeto ficará sob a responsabilidade do Departamento de Estradas de Rodagem, Infraestrutura Hidroviária e Aeroportuária do Acre (Deracre).

Na áreas fiscal e de segurança pública, Cameli pediu a criação de um posto policial permanente na região da ponte sobre o rio Madeira, no distrito de Abunã (RO). Por ser uma área considerada estratégica para o Acre, o controle da passagem de pessoas e veículos é fundamental para combater a criminalidade e evitar a entrada e saída de mercadorias sem o devido recolhimento de impostos. O objetivo é firmar, por meio de convênio, parceria com o governo de Rondônia para que uma unidade da Secretaria da Fazenda seja instalada no local.

No combate ao desmatamento e às queimadas, Gladson também recebeu o aval do ministro do Meio Ambiente, Ricardo Salles, para que o Acre seja contemplado com recursos federais para coibir a prática destes ilícitos em 2021.

Após cumprir extensa agenda em Brasília (DF), Cameli recebeu a sinalização positiva do governo federal para várias demandas apresentadas pelo próprio gestor Foto: Pedro Devani/Secom

“Eu só tenho o que agradecer ao governo federal, em nome do presidente Jair Bolsonaro e de sua equipe. São atenciosos com nossas demandas e já nos dão respostas de maneira imediata para aquilo que é possível fazer ou não. Mais uma vez, a maior parte dos nossos pedidos foi atendida e, agora, compete ao governo do Estado providenciar os projetos e a documentação necessária para que os recursos cheguem. São investimentos importantes e estamos empenhados ao máximo para que a nossa população seja beneficiada o quanto antes”, explicou o governador Cameli.

A reunião realizada no Palácio Rio Branco contou com a presença do secretário de Planejamento e Gestão, Ricardo Brandão; do secretário de Justiça e Segurança Pública, Paulo Cezar Rocha dos Santos; do procurador-geral do Estado, João Paulo Setti; do diretor-presidente do Deracre, Petrônio Antunes; e do chefe do Gabinete do Governador, José Messias.

Fonte: Agência Acre

Assine Prêmio: 
Contar hoje com uma mídia isenta, ética e informativa é a busca de todo leitor. Nosso Jornal e Revista oferecem informações gerais que podem ser lidas por toda a família, em uma abordagem que prima pela ética e respeito. Torne-se um assinante Prêmio e obtenha 25% de desconto aplicando o código (WELIMA).

Print Friendly, PDF & Email