Vila Nova-GO vence o Manaus-AM e retorna à vice-liderança do Grupo A da Série C

Vila Nova-GO vence o Manaus-AM e retorna à vice-liderança do Grupo A da Série C

Tigre reverte desvantagem contra o Gavião e tem jogador expulso na reta final, mas segura o resultado.

Em um bom jogo no estádio Onésio Brasileiro Alvarenga, em Goiânia (GO), o Vila Nova-GO virou para cima do Manaus-AM e venceu por 2 a 1, em partida realizada nesta segunda-feira (12) pela décima rodada do Grupo A da Série C. Os amazonenses abriram o placar com Hamilton, aos 15 do primeiro tempo. Henan, de pênalti, igualou aos 47. Na etapa final, o atacante Rafhael Lucas deu a vitória aos goianos aos 31 minutos – ele ainda seria expulso, aos 36.

O resultado recoloca o Tigre na vice-liderança do grupo, com 19 pontos ganhos em dez partidas. O Gavião permanece com 11, na sétima posição.

+Confira a tabela completa da Série C do Brasileirão!

O jogo

A partida começou muito animada em Goiânia, com chances para os dois lados, especialmente nas jogadas aéreas. O Vila Nova ameaçou primeiro, em testada de Rafael Donato aos três minutos, mas Jonathan defendeu. O Manaus respondeu na mesma moeda logo após, com Luis Fernando cabeceando para fora. O Gavião passou a pressionar e inaugurou o marcador aos 15, em peixinho de Hamilton no canto de Fabrício.

Pouco depois, aos 21, Daniel Costa quase ampliou, mas a esférica foi ao lado. O Tigre tentou chegar ao empate e deu seu recado aos 28, com chute de Talles para defesa do arqueiro visitante. Aos poucos, o time da casa reagiu e conseguiu um pênalti nos acréscimos, quando Emanuel Biancucchi foi calçado na área. Na cobrança, aos 47 minutos, Henan igualou o placar. O Vila ainda teve grande chance de virar antes do intervalo, mas Pablo tocou na saída do goleiro e a bola passou rente à trave.

Nos últimos 45, os dois clubes voltaram com postura mais conservadora e quase não finalizaram, ainda que os goianos tenham dominado a posse de bola. Foi só a partir dos 25 minutos que o time da casa passou a ser mais ofensivo – e foi recompensado. Rafhael Lucas se posicionou bem e completou cruzamento de Celsinho para a rede, virando o confronto aos 31. O autor do gol, porém, levou o segundo amarelo cinco minutos depois por carrinho na lateral direita do campo e foi expulso. Apesar da vantagem numérica, os manauaras pouco ameaçaram. A única grande oportunidade foi com Gabriel Davis, em bomba de fora da área.

Foto: Héber Gomes/AGIF
Fonte: CBF

Assine Prêmio: 
Contar hoje com uma mídia isenta, ética e informativa é a busca de todo leitor. Nosso Jornal e Revista oferecem informações gerais que podem ser lidas por toda a família, em uma abordagem que prima pela ética e respeito. Torne-se um assinante Prêmio e obtenha 25% de desconto aplicando o código (WELIMA).

Print Friendly, PDF & Email