Libertadores: São Paulo goleia Binacional e garante vaga na Copa Sul-Americana

Libertadores: São Paulo goleia Binacional e garante vaga na Copa Sul-Americana

Com terceiro lugar no grupo garantido, tricolor segue disputando torneios continentais.

O São Paulo está garantido na Copa Sul-Americana desta temporada. A vaga veio na noite desta terça-feira (20), quando os comandados do técnico Fernando Diniz receberam o Binacional, pela sexta e última rodada da fase de grupos da Copa Libertadores da América, e golearam por 5 a 1, no Morumbi.

Com o placar, os brasileiros foram aos sete pontos, na terceira colocação, deixando os peruanos na lanterna, com três. Na outra partida do Grupo D, o River Plate venceu a LDU, por 3 a 0, no Libertadores de America, em Avellaneda, na Argentina. Dessa forma, os argentinos ficaram na liderança, com 13, um ponto acima dos equatorianos.

Com menos de um minuto, o São Paulo quase abriu o placar. Pablo cruzou, a bola pegou o caminho da meta e obrigou o goleiro Raúl Fernández a se esticar para fazer o desvio. A zaga visitante surgiu para afastar o perigo, mas se atrapalhou toda e a bola carimbou o travessão.

A resposta peruana saiu na sequência. Aos dois, Daniel Alves foi desarmado por Héctor Zeta, que arriscou da intermediária e forçou o goleiro Tiago Volpi a tocar para escanteio.

O placar foi aberto aos seis, com Vitor Bueno acertando um tirambaço no ângulo esquerdo. Os donos da casa seguiram tentando. Aos 11, Tchê Tchê cruzou rasteirinho da direita, mas Brenner não conseguiu tocar para dentro. Já aos 32, Tchê Tchê recebeu cruzamento de Léo e bateu na diagonal. A bola se perdeu em escanteio após dois desvios no meio do caminho.

De tanto tentar, os tricolores ampliaram – mas em um lance curioso. Aos 34, Vitor Bueno, Igor Gomes e – novamente – Vitor Bueno finalizaram com extremo perigo na mesma jogada até que a bola sobrou limpa para Brenner, sem goleiro, empurrar para o fundo das redes.

O Binacional conseguiu descontar com um lindo gol. Aos 39, Jean Deza, que entrara na vaga de Héctor Zeta, aos 26, driblou Tchê Tchê, puxou para dentro e bateu bonito na bola, acertando a gaveta esquerda, sem chances de defesa para Tiago Volpi.

O São Paulo voltou do intervalo disposto a fechar a fatura o mais rápido possível. E conseguiu. Logo aos cinco minutos da etapa final, Igor Gomes cruzou para Pablo, que dominou no peito e girou lindo voleio para ampliar. Aos oito, Pablo desviou escanteio, a bola beijou a trave e se ofereceu para Arboleda, que aproveitou e confirmou a goleada.

Já aos 14, Léo fez excelente jogada pela esquerda e cruzou para Brenner, que se esticou no carrinho e mandou por cima do travessão. Mesmo com a vitória garantida, os brasileiros seguiram criando. Tchê Tchê foi à linha de fundo, aos 26, e Luan chegou batendo de primeira e carimbou a trave direita. Aos 39, Toró acionou Pablo, que fez belo pivô e fechou o placar.

No outro jogo da noite com brasileiro em campo, p Athletico Paranaense perdeu de 3 x 2 do Penãrol no Uruguai.

Foto: Conmebol
Fonte: Federação Paulista de Futebol

Assine Prêmio: 
Contar hoje com uma mídia isenta, ética e informativa é a busca de todo leitor. Nosso Jornal e Revista oferecem informações gerais que podem ser lidas por toda a família, em uma abordagem que prima pela ética e respeito. Torne-se um assinante Prêmio e obtenha 25% de desconto aplicando o código (WELIMA).

Print Friendly, PDF & Email