Número de mortos em incêndio em hospital de Bonsucesso sobe para sete

Número de mortos em incêndio em hospital de Bonsucesso sobe para sete
Bombeiros controlam incêndio no hospital de Bonsucesso, na zona norte do Rio de Janeiro.

Prédios 3, 4, 5 e 6 do hospital voltarão a funcionar na quarta.

O número de mortos no incêndio no Hospital Federal de Bonsucesso (HFB), que aconteceu na terça-feira (27) no Rio de Janeiro, subiu para sete. Um idoso de 93 anos que tinha sido transferido no próprio dia do incêndio para o Hospital de Campanha do Riocentro, na zona oeste, não resistiu e morreu ontem (1º). De acordo com a Secretaria Municipal de Saúde do Rio, o paciente chegou à unidade “já com teste positivo para covid-19, em estado bem grave e intubado”.

A outra morte seria de uma menina de 1 ano, que com quadro grave de pneumonia foi transferida para o Instituto de Puericultura e Pediatria Martagão Gesteira (IPPMG) da Universidade Federal do Rio de Janeiro, no Fundão, zona norte do Rio. Até o fechamento da matéria a reportagem da Agência Brasil não recebeu mais informações da assessoria do Ministério da Saúde no Rio e nem da Universidade Federal do Rio de Janeiro.

De acordo com o Ministério da Saúde, os prédios 3, 4, 5 e 6 da do hospital voltarão a funcionar na quarta-feira (4) para dar continuidade às consultas ambulatoriais, sessões de quimioterapia, entrega de medicamentos oncológicos, realização de exames laboratoriais e retirada de resultados e doação de sangue. Já as emergências, cirurgias, internações, hemodiálise e exames de imagens, que funcionavam no prédio atingido, permanecem suspensos temporariamente até a conclusão dos reparos necessários. O Centro de Atenção à Saúde da Mulher, da Criança e do Adolescente, localizado no prédio 2 do complexo hospitalar, passará por avaliação técnica para o retorno dos atendimentos.

O Ministério da Saúde informou também que “não vai medir esforços para que a totalidade dos serviços voltem à normalidade o mais breve possível, considerando a necessidade de apoio à saúde dos pacientes e aos funcionários, obedecendo a rígidos critérios de segurança”.

A pasta disse ainda que segue em andamento a apuração dos fatos que levaram ao incêndio e em paralelo será feito o mapeamento dos problemas deixados pelo incidente.

Foto: Tânia Rêgo/Agência Brasil
Fonte: Agência Brasil

Assine Prêmio: 
Contar hoje com uma mídia isenta, ética e informativa é a busca de todo leitor. Nosso Jornal e Revista oferecem informações gerais que podem ser lidas por toda a família, em uma abordagem que prima pela ética e respeito. Torne-se um assinante Prêmio e obtenha 25% de desconto aplicando o código (WELIMA).

Print Friendly, PDF & Email