Proderj prepara licitação de nova rede corporativa do Governo do Estado

Proderj prepara licitação de nova rede corporativa do Governo do Estado

Com foco na otimização dos serviços prestados e na redução dos gastos públicos, o Centro de Tecnologia da Informação e Comunicação do Estado do Rio de Janeiro (Proderj) prepara o projeto de uma nova rede corporativa, denominada Conect@.RJ, para atender ao Governo do Estado. Processo de licitação dessa nova rede não acontecia desde 2011. 

O Conect@.RJ permitirá o aproveitamento de melhores ofertas do mercado atual bem como a utilização de novas tecnologias, como a telefonia IP, mais conhecida como VoIP (Voice over IP), onde a ideia é substituir os contratos de telefonia fixa, tornando este serviço parte do contrato de links, gerando uma economia em escala aos cofres públicos do Estado.

A contratação em questão já foi autorizada pelo Tribunal de Contas do Estado (TCE) em sessão plenária ocorrida no último dia 4 de novembro, que contou com a participação do presidente do Proderj, Mauro Farias, que pôde fazer a defesa pública da necessidade do Estado realizar esta contratação, expondo o atual cenário de contratos emergenciais que efetivamente não se configuram na melhor opção para os cofres públicos e os potenciais ganhos com a realização do certame.

Um dos novos recursos da futura rede Conect@.RJ é que os links de conectividade serão entregues com ferramentas de análise do tráfego e alertas de segurança, que serão tratados por equipe da operadora que ficará residente no Proderj.

– Dessa forma, os técnicos do PRODERJ poderão atuar proativamente mediante os alertas de segurança que servirão para detectar incidentes de rede e permitir a atuação rápida e eficiente, evitando assim que se espalhe conteúdo malicioso para outros órgãos participantes da rede – explicou Daniel Luzente, gerente de Rede e Telecomunicações (GRT) da autarquia.

O próximo passo, antes do agendamento do pregão, será o de convocar as quatro grandes operadoras do mercado de telecomunicações (Embratel/Claro, Telefônica/Vivo, Oi/Telemar e TIM) para ratificar a necessidade da manutenção deste serviço crítico do Estado, bem como da importância da competitividade durante o processo de licitação, visando a obtenção de preços mais vantajosos para o Governo, o que certamente irá contribuir de forma significativa ao Regime de Recuperação Fiscal ao qual o Estado do Rio de Janeiro se encontra submetido.

A autorização pelo TCE para realização do certame está sendo considerada um marco para o Estado, tendo em vista a grande redução dos valores em comparação com o que vem sendo praticado no contrato vigente, bem como a inclusão de uma maior segurança nos dados institucionais trafegados.

– A economicidade deve sempre pautar as soluções desenvolvidas pela autarquia e, sendo assim, nossos esforços têm que estar voltados para a otimização dos serviços e a desoneração dos cofres públicos – destacou Mauro Farias.

Fonte: Governo do Rio de Janeiro

Assine Prêmio: 
Contar hoje com uma mídia isenta, ética e informativa é a busca de todo leitor. Nosso Jornal e Revista oferecem informações gerais que podem ser lidas por toda a família, em uma abordagem que prima pela ética e respeito. Torne-se um assinante Prêmio e obtenha 25% de desconto aplicando o código (WELIMA).

Print Friendly, PDF & Email