Brasileirão: Internacional e Coritiba empatam e Palmeiras vence o Vasco

Brasileirão: Internacional e Coritiba empatam e Palmeiras vence o Vasco

Colorado e Coxa ficam no 2 a 2; time gaúcho segue provisoriamente na liderança da competição.

Neste domingo (8), Internacional e Coritiba se enfrentaram no Beira Rio, em Porto Alegre (RS), pela 20ª rodada do Brasileirão Assaí, e terminaram empatados em 2 a 2. O Colorado ficou em vantagem no placar por duas vezes, mas teve que lidar com a expulsão de Heitor e acabou levando o empate em cabeceio de Sabino, aos 28 do segundo tempo. O resultado mantém a equipe gaúcha com 36 pontos, ainda na liderança provisória da competição. O Coxa é o 14º colocado, com 20. Veja como foi o confronto:

Fernando Alves/AGIF

O jogo

Jogando em casa, o Inter tentou dominar as ações na parte inicial do primeiro tempo, mas a primeira chance clara foi do Coxa: aos 14 minutos, Robson aproveitou erro de passe do Colorado e viu Ricardo Oliveira livre na esquerda, mas o atacante acabou acertando a trave. Passado o perigo, o time gaúcho respondeu aos 20, em cabeceio de Rodrigo Lindoso que passou perto do gol. Com muito mais posse de bola que o adversário, o Internacional conseguiu acertar boa trama pela direita e fez 1 a 0 com Yuri Alberto, que recebeu bom cruzamento de Heitor e testou para o fundo da rede. Atrás no placar, o Coritiba pouco criou antes do intervalo. A única chegada foi em falta cobrada por Neílton e defendida por Marcelo Lomba.

Apesar do domínio no primeiro tempo, a zaga do Inter voltou desligada para a etapa final e o Coxa não perdoou: logo no primeiro minuto, Giovanni Augusto concluiu tabelinha com Neílton depois de cobrança de falta e empatou o placar. Aos sete, mais um problema para os gaúchos – Heitor foi expulso ao levar o segundo amarelo por pisão em Robson. Mesmo assim, o Colorado se manteve no ataque e conseguiu passar novamente a frente no marcador. Após roubada de bola aos 12, Patrick arrancou e achou o meio-campista Nonato, que bateu colocado para fazer 2 a 1. Aos 22, o volante Patrick ainda teve a chance de marcar o terceiro ao receber de Moisés na pequena área, mas mandou na trave.

Mais uma vez, o Coritiba, que pouco chegava ao ataque, conseguiu marcar: em cobrança de escanteio aos 28 minutos, Sabino subiu mais que todo mundo e testou para a rede. A última chance de perigo da partida foi do Coxa: aos 43, Matheus Sales chegou chutando após passe de Yan Sasse, mas a bola foi por cima.

Em São Januário, Alviverde consegue triunfo em jogo da 20ª rodada e encosta no G-4 da competição.

Vasco e Palmeiras se enfrentaram para abrir o domingo (8) de 20ª rodada do Brasileirão Assaí. No estádio de São Januário, no Rio de Janeiro (RJ), quem levou a melhor foi o Alviverde, que venceu por 1 a 0 graças ao gol marcado por Luiz Adriano, aos 28 minutos da etapa final. Com o resultado, o time paulista chegou aos 31 pontos e está na sexta colocação. O Gigante da Colina está na zona de rebaixamento e é o 17º, com 19. Veja como foi o confronto:

Thiago Ribeiro/AGIF

O jogo

A partida começou bastante estudada em São Januário. Nos primeiros 20 minutos, os dois times se alternaram no controle da posse de bola e não conseguiram criar lances de perigo. Com uma linha defensiva baixa, o Vasco frustrou o ataque do Palmeiras no primeiro tempo, mas não conseguiu puxar contra-ataques. A única boa chance da etapa inicial saiu aos 42, em cobrança de falta de Raphael Veiga que foi desviada pela barreira vascaína e quase morreu no fundo da rede.

O segundo tempo começou mais agitado. Aos dois minutos, Rony saiu na cara de Fernando Miguel, mas o goleiro do Gigante da Colina se posicionou bem e fez a defesa. Aos seis, foi a vez de Gabriel Menino obrigar o arqueiro vascaíno a fazer mais uma boa intervenção. O time da casa respondeu com o argentino German Cano, que tirou a marcação, cortou e bateu rasteiro, obrigando Weverton a se esticar todo para salvar. O Cruz-maltino voltou a ameaçar em chute de Andrey de fora da área, mas a bola foi ao lado do gol. Porém, o Alviverde teve um pênalti marcado a seu favor aos 28, após Lucas Lima ter sido derrubado na área por Neto Borges. Fernando Miguel até conseguiu pegar a cobrança de Luiz Adriano, mas o centroavante pegou rebote e estufou a rede.

Na reta final, os visitantes ficaram com um a menos em campo após lesão de Felipe Melo – a equipe já havia feito as cinco substituições permitidas. O Vasco tentou pressionar no fim, mas só conseguiu chegar em chute de Gustavo Torres aos 45, encaixado sem sustos por Weverton.

Foto: Fernando Alves/AGIF
Fonte: CBF

Assine Prêmio: 
Contar hoje com uma mídia isenta, ética e informativa é a busca de todo leitor. Nosso Jornal e Revista oferecem informações gerais que podem ser lidas por toda a família, em uma abordagem que prima pela ética e respeito. Torne-se um assinante Prêmio e obtenha 25% de desconto aplicando o código (WELIMA).

Print Friendly, PDF & Email